Promo The OC

Não canso de repetir que “The OC” foi o seriado que mais motivou meu processo de mudar a minha vida, arrumar as malas e vir para a Califórnia. É uma das minhas séries favoritas de todos os tempos e não posso lhes dizer quantas vezes eu já fiz maratona de todas as temporadas.

promo_the_oc

Mas cada fã tem a sua temporada, seu episódio, seu diálogo, seu personagem, seu momento predileto e o Hollywood é Aqui quer celebrar a sua escolha.

Conte pra gente nos comentários deste post o que mais mexeu com você ao assistir “The OC” e concorra ao box do DVD de sua temporada predileta do show.

promo_the_oc2

A promoção se encerra às 23h59 do dia 19 de março, e o resultado será anunciado dia 20 no Twitter @claudiaciuffo.

Consideraremos apenas 1 comentário por pessoa.

E depois de participar da promoção relembre o quarteto fantástico – Ryan, Marissa, Summer e Seth – preparando a nossa super fácil receita de cachorro quente ao som da maravilhosa trilha sonora de “The OC”. Confira:

ps_cozinhando_cachorro_quente

Recomendado para você

Compartilhe

13 comentários sobre “Promo The OC

  1. Por onde começar com uma série que mexeu comigo de tantas formas? Bom, acho que posso começar dizendo que os personagens me ensinaram o que significa familia. Família não significa só sangue, significa aceitar alguém na sua vida, passando por muitas juntos e se ajudar sempre que necessário, é amar alguém como ama a si mesmo. The OC me mostrou o que amor significa, e o quanto pode atravessar barreiras. Me mostrou também o significado de irmandade e amizade, que a amizade é a coisa mais bela do mundo, e que sem amigos não somos nada, sem amigos não teríamos força para continuar, que amigos significam mais que amigos, significam irmãos. The OC me ensinou, me entusiasmou, me emocionou, e o melhor de tudo, me apaixonou!

  2. The O.C marcou minha vida como poucas coisas e pessoalmente aprendi muito com ela. Além de ter sido a primeira série que assisti na vida, mais de 10 anos atrás, é aquela que sempre carrego nas minhas lembranças e no coração. Acredito que o fato deles terem tudo, de viverem num paraíso e ao mesmo tempo serem cheios de problemas, de vidas destruídas em todos sentidos é o que mais nos ensina. Um garoto pobre de um bairro violento chega no mundinho (aparentemente perfeito) deles pra ensinar tanto da vida que eles ainda não sabem. O ato do Sandy de estender a mão pro Ryan definitivamente é um “tapa” na sociedade que é tão segmentada e dividida pelo preconceito. A série gira em torno dessa crítica, de mostrar a distância e ao mesmo tempo a conexão entre dois mundos. O final da série não podia ter sido mais épico, também. Quando o Ryan estende a mão pra ajudar um menino que antes foi ele, mostra como as pessoas podem mudar. É lindo, é o tipo de coisa que todo adolescente devia ver. Sou feliz de ter feito parte dessa geração e gostaria que a geração atual também pudesse viver no mundo de Orange County por 4 temporadas.

  3. Além de deixar claro que família não é necessariamente de sangue, a série mostrou que nem sempre os relacionamentos com a família e amigos são sempre um mar de flores, como também a força que as amizades nos proporcionam. A cena que guardo e me recordo com mais facilidade é a cena em que o Seth vai consertar a antena e cai, ficando pendurado no telhado e em seguida, ganha um beijaço da namorada à lá Homem Aranha.

  4. Como essa série mexeu comigo? Uma serie que retratou fielmente ao tom de deama, comedia e mtos momentos de tensão. Mas o que mais mexeu foi o fato da Marissa ter morrido, casal mais que perfeito era Ryan e Marissa.chorei muito na cena ao som de Imogrn Heap, com uma versão incrivel de Hallellujah. Uma série aonde toda semana reuniamos eu e minhas irmãs para assistir mais um episodio de The OC! Trilha sonora fantastica! Tenho todos os cds. So posso resumir em uma lalavra essa séria: PERFEITA!
    E p ficar mais perfeita ainda, só eu ganhando o box, de presente de aniversario, ja que nasci no dia 19 de março!
    Abraço a todos e parabens pela promocao!

  5. The OC sempre foi e sempre será a minha série favorita, por me mudar, ensinar e mexer comigo de tantos jeitos! Tudo começou com a famosa frase do Ryan no primeiro episódio onde ele encontra a Marissa e depois de ela perguntar quem ele era, ele responder “Quem você quer que eu seja?” e a partir desse momento vemos a mudança tão rápida não só na vida, mas na personalidade de um personagem no qual achávamos que iria demorar muito tempo, onde ele amadureceu e soube lidar com as mais diversas situações, e quando ele diz que “não podemos mudar de onde viemos, mas podemos escolher para onde vamos” me fez refletir um pouco sobre a vida, que não podemos nos prender no passado, devemos sempre pensar no futuro, no nosso melhor!! Com certeza foi o que mais mexeu comigo, pois podemos ver essa trajetória do Ryan durante as 4 temporadas. É incrível ver o quanto os personagens evoluíram ao longo da série, os romances, a maneira em que cada um lida com a morte, com as mudanças repentinas. The OC se passou em uma fase da minha vida em que eu pude aprender muito com ela também, fazendo com que eu repensasse antes de cometer algum erro que eu pudesse me arrepender depois, Orange Country sempre vai ter um lugar especial no meu coração!

  6. the OC mesmo sendo uma ficção, me mostrou e me ensinou a cada temporada coisas quer na minha vida real comecei a dar valor e levei comigo no amadurecimento da minha mente.

  7. O que mais me encantou na série, dentre diversos motivos que a série nos provoca,foi sem dúvida o episódio no qual Sandy e Kirsten aceitam ficar com o Ryan, e ele olha pra eles sorrindo e fala “Eu vou desempacotar depois” aquela cena me ganhou, sempre choro ao assistir, é a minha série favorita. Como não amar uma história na qual um casal ama um garoto que não é seu filho mais do que a mãe do mesmo o ama? É essa relação entre a família Cohen e o Ryan que eu mais amo na série. Fora as tiradas engraçadas e espertas do Seth,as brigas dele e da Summer e a forma com a qual ela cresce e sua evolução como pessoa no decorrer das temporadas, ela depois do Ryan é a minha personagem favorita, e a Marissa sempre ajuda,tem um coração enorme, ajudou o Ryan, e até a namorada dele Teresa, mesmo ela amando o Ryan. Enfim além de ser uma fã e entusiasta, eu realmente quero ganhar, nada me daria mais prazer do que ver essa coleção na estante do meu quarto.

  8. Não importa sua classe social ou se sua família é de sangue ou não eles sempre vão está no momento certo para te proteger de tudo e todos, e o valor de uma verdadeira amizade. Mesmo The OC sendo uma serie de tv,cada episodio mim fez crescer como pessoa e com minha família e a da valor a cada pessoa que entra na minha vida. E como esquecer o Chrismukkah melhor natal de todos. E a trilha sonora da serie vai ser para toda minha vida.California!
    here we come. ooooohhh

  9. Não importa sua classe social ou se sua família é de sangue eles sempre vão está no momento certo para te proteger de tudo e todos, e o valor de uma verdadeira amizade. Mesmo The OC sendo uma serie de tv,cada episodio mim fez crescer como pessoa e com minha família e a da valor a cada pessoa que entra na minha vida. E como esquecer o Chrismukkah melhor natal de todos. E a trilha sonora da serie vai ser para toda minha vida.California!
    here we come. ooooohhh

  10. Em geral o amor e a amizade que é a base de tudo. Cada aventura que vivevos junto com os personagens as brigas os ramances tudo era perfeito. Eu amava todos os personagens, essa foi a minha primeira serie preferida.

  11. The OC é minha segunda série favorita, por tão simples que seja a série, ela mudou demais a minha vida, em muitas coisas me fez pensar de outra maneira, Viciei de cara com a série, a primeira temporada ctz é a melhor.

  12. Falar de The OC traz um mix de sentimentos. Eu ri, chorei, sonhei e me apaixonei ao mesmo tempo. Mas o que eu posso falar é que não foi apenas mais uma série na minha vida e nem foi só uma série, talvez eu diga isso por ter sentido uma identificação com situações e pensamento de alguns personagens. E isso despertou sonhos, me ensinou a acreditar em amizades e que as coisas podem ser diferentes. O que eu posso dizer é que The OC e seus personagens continua vivos em mim, seja pela trilha sonora, por me lembrar momentos da minha adolescência ou por me fazer acreditar em mudanças.

  13. No auge da minha adolescência descobri “The O.C” através do Sbt, logo de cara no episódio piloto me apaixonei pela série devido a seus personagens cativantes.

    The O.C me marcou bastante principalmente por ser a primeira série que eu assisti e me apaixonei por tudo: músicas, atores, episódios, por tudo mesmo. Minha primeira paixão foi: Marissa Cooper! Sempre fui fã da personagem apesar de todos os dramas que a acompanhavam, confesso que quando a personagem morreu, parte de mim também foi embora com a série, mas mesmo assim não deixei de assistir a temporada final, que por sinal foi muito linda!

    Lembro de uma frase que me marcou bastante e que eu levo por toda minha vida, já na fase adulta da minha vida:
    “Onde eu me vejo em dez anos? Essa é uma boa pergunta. Certo. Sabe o que eu gostaria realmente? Gostaria de ser tão feliz quanto sou agora. Mas sei que não há muita chance disso acontecer. No fim da vida quando olhamos para trás, só há duas ou três épocas em que fomos realmente felizes e nem mesmo percebemos. Ninguém percebe, não é mesmo? Então onde eu me vejo em dez anos? Acho que gostaria…Gostaria de estar aqui. Aqui mesmo. Neste momento. Não é que eu tenha medo de incertezas, não é isso. Mas é que aprendi que quando temos algo bom, devemos tentar segurar esse momento. Segurar bem firme e se alguém tenta tirar isso de você, o que você deve fazer é mostrar que vão precisar arrancar isso dos seus dedos frios e mortos.”

    The O.C me marcou de tantas maneiras que até hoje procuro uma série semelhante à ela e não encontro, aliás, nunca encontrarei algo semelhante.

    Amo muito a série e quem sabe um dia eu não estarei na Califórnia cantando: Californiaaaaaa, Californiaaaaaa… here we come!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *