Relembrando As Aventuras Com Madonna no Brasil – Para Comemorar o Aniversário do Meu Melhor Parceiro

Novembro de 1993 foi um mês muito especial para os fãs brasileiros de Madonna, a Diva das Divas, pois foi a primeira vez que a cantora pisou no Brasil e fez 2 shows, 1 no Morumbi em São Paulo e outro no Maracanã, Rio de Janeiro, que tenho toda a honra do mundo de bater no peito e dizer: EU ESTAVA LÁ!

Madonna_-_The_Girlie_Show

Como vocês podem conferir nos videos que mostram as reportagens que foram ao ar durante o furacão Madonna no Brasil em 1993 foi um momento histórico, pois naquela época não era tão comum grandes cantores e bandas internacionais passarem pelo nosso país, como é hoje em dia. E, claro, muito antes das redes sociais, a nossa interação com os nossos ídolos era muito menor do que atualmente por isso cada segundo com eles era ainda mais precioso.

 

 

Passagem da Madonna pelo Brasil em 1993 – Fantástico:

 

Sou fã de Madonna desde a infância quando ganhei de Natal dos meus pais a fita cassete de “Like A Virgen” (sim um dia isso existiu e, pasmem, a gente tinha toca-fitas até no carro). A cantora não só virou a Rainha do Pop como entrou para a história com seu jeito ousado, clips que causaram muita polêmica (como “Like A Prayer”, em Madonna pretendia seduzir um santo negro e foi banida do Vaticano), e números no seu show, como na turnê “Blonde Ambition” em que Madonna simulava uma cena de masturbação no palco.

Isso sem contar com a revolução que ela causou com “Vogue” e, claro, seu livro “Sex” (que eu encho a boca pra dizer que tenho e estâ na sala de estar da minha casa pra quem quiser ver), onde a cantora fez muita peruca voar  com as cenas de sexo picantes, e em cenas da pratica BDSM, vinte anos antes deste assunto virar controvérsia em “Cinquenta Tons De Cinza”.

Madonna – Jornal da Globo – melhores momentos do The Girlie Show no Brasil em 1993

 

 

Madonna ensinou a minha geração a sair do armário, como todos nós de forma geral, o “The Girlie Show”, a primeira turnê (de muitas) que assistimos ao vivo no Rio de Janeiro, tinha coreografias pra lá de sensuais, sem pudores e sem frescura, Madonna sacudiu a gente nos incentivando a fazer o que bem entendêssemos com o nosso corpo. Piro quando penso que tantos anos depois parece que o mundo andou para trás e as pessoas andam mais caretas do que nunca, e por isso, acho que é válido relembrar a quem viveu e apresentar a quem nunca viu um pouco deste momento épico em nossas vidas e na sociedade do século XX, que apesar de todos os pesares, era até mais aberta para experimentar o novo como propunha a nossa diva mor.

 

E por falar no show dela, é claro que eu e a galera chegamos de manhã para garantir nosso lugar perto da grade no gramado do Maracanã, como todo fã que se preze, enfrentamos a muvuca e o empurra-empurra para ver nossa musa de pertinho.

 

E quando digo pra vocês que entendo os fãs que acampam e vão para o aeroporto receber seus ídolos eu não estou brincando mesmo, até porque eu e os amigos fomos buscar Madonna no dia que ela chegou ao galeão. Paramos do lado de fora do aeroporto e vimos o avião pousar. Estávamos em dois carros e prontamente seguimos ela e seus seguranças até o hotel Caesar Park, em Ipanema, onde Madonna ficou hospedada. Uma pena que na era pré-digital não registramos este momento inesquecível na vida de quem participou da aventura, mas se buscarmos na parede da memória, vamos rever a nossa cena correndo atrás de Madonna pelas ruas do Rio de Janeiro.

madonna_girlie_show_rio

A minha alma jovem se lembra daquele dia com muito amor. Pelos amigos e pelo amor que estavam comigo, pela farra, pela emoção única de ver pela primeira vez uma das pessoas que transformou a minha vida, ao me tirar da caixa emocional e através das suas musicas, clips, e shows me apresentar um mundo que ate então eu desconhecia.

Relembro especialmente hoje, um dos momentos mais importantes da minha trajetória de fã e dedico este post ao aniversariante do dia, meu melhor e mais amado parceiro, Mauricio, que não só compartilhou cada segundo desta aventura comigo no idos anos 90, como é minha companhia em muitas outras épicas  aventuras ao longo da vida. Feliz Aniversário, ao som de “Crazy For You”! Que seu novo ano seja tão incrível como aqueles dias de 1993 e todos os outros dias, meses e anos, que compartilhamos juntos. Com amor, C.

claudia_muri

Recomendado para você

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *