ATX Festival em Austin anuncia Parenthood Reunion!

Por: Mariana Knabben

Confesso que comecei a assistir “Parenthood” depois que a série já havia iniciado quando descobri que Lauren Graham, (Sarah Braverman) estava nela. Considerando que “Gilmore Girls” é a minha série favorita de todos os tempos, eu estava radiante de ver a intérprete de Lorelai Gilmore de volta às telas. E fiquei ainda mais radiante com a notícia da reunion de Parenthood no ATX Festival ano que vem, em Austin! Além de Lauren, estão confirmados para o painel Peter Krause, Craig T. Nelson, Mae Whitman, Monica Potter e Erika Christensen. Esperamos ainda ver Dax Shepard, Sam Jaeger, Bonnie Bedelia, Joy Bryant, Sarah Ramos, Max Burkholder e Miles Heizer. Já imaginou todo o elenco junto? Eu já! E esse painel vai entrar pra história, tenho certeza!

A série familiar foi brilhantemente escrita por Jason Katims e é baseada num filme de mesmo nome de 1989. Jason criou uma versão atualizada e mais moderna do filme. O que a série soube fazer muito bem, e que me fez tornar fa desde o dia um, foi humanizar os personagens e explorar a história de cada um. A série conseguiu ir muito mais longe e me pegou de surpresa.

 

Desde o início virei fã da série por conseguir me identificar com várias situações propostas nela. Por exemplo, a divergência de ideias entre irmãos, mas que no fim todos nós acabamos nos entendendo. Eu tenho 2 irmãos, uma mais velha e um mais novo, e sei bem como isso acontece. A cada episódio a série trazia um turbilhão de emoções, como quando Julia e Joel se separam, Sarah tem dificuldade em lidar com os filhos adolescentes, Kristina e Adam descobrem que o filho tem Aspergers, etc.

Para mim, sem dúvida, um dos momentos mais marcantes na série, e o qual eu sempre choro copiosamente toda vez que revejo, foi quando Kristina anuncia para a família que tem câncer de mama. Aquela cena é de apertar o coração, especialmente se você se coloca no lugar dela tendo que contar para as outras pessoas da sua família. Também tem o fato de que me relaciono com o fator doença, mas isso é conversa para outra hora.

Ao longo das temporadas, a série foi desenvolvendo outros assuntos pertinentes ao mundo em que que vivemos. Quando Joel e Julia se reconciliam, eles adotam Victor. Adoção é sempre um assunto importante, pois desmitifica o bicho-papão que é. Já no final da última temporada, me emocionei demais com casamento de Sarah e Hank (Ray Romano). Ver a família toda junta foi lindo. Aí, meu coração de fã!

“Parenthood” soube tratar de assuntos como poucas séries souberam fazer. O relacionamento de família, tão comum em tantas famílias por aí, como eles deram vida a esses personagens, e a emoção que eles transmitiram, tudo contribuiu para que eu e muitos outros fãs ficássemos completamente apaixonados por essa série. Eu me lembro muito bem que recomendei a série para amigos e depois vieram me agradecer pela ótima dica. “Parenthood”, sem dúvida, é uma das séries mais bonitas, humanas e emocionantes que já vi. No meu coração de fã, ela vive lá!

Você é fã de carteirinha de “Parenthood” como a gente? Então garanta já seu passe pra curtir a reunião desse elenco maravilhoso no ATX Television Festival em 2020:

 

http://atxfestival.com/attend/register/

Viciados em seriados, confiram porque o ATX TV Festival é nosso evento favorito do ano:

https://www.hollywoodeaqui.com/atx-tv-festival-2019-celebrando-o-mundo-das-series-no-texas/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *