Vem gente! Vamos comemorar o aniversário de John Green

Hoje uma das nossas pessoas favoritas, o escritor John Green, celebra seu aniversário.

O brilhantismo e o talento de John me inspirou através de seus livros, histórias e personagens que marcaram tanto a minha vida que me ajudaram a rever meus próprios valores e reinventar a minha jornada.

untitled

Tive a honra de entrevistar John quando ele promoveu o filme “Cidades de Papel” em Los Angeles e dizer a ele que eu sou uma fã de carteirinha. Foi um momento mágico na minha vida pessoal e profissional. Ainda mais ao descobrir que ele é ainda mais legal, humilde e inteligente do que seus livros.

John Green no Brasil_1_#irmaoslivreiros

Sei que muitos de vocês compartilham comigo o grande amor por John Green, tanto que ele mesmo foi até o Brasil e pôde conferir de perto o nosso calor humano. De certa forma, acho que nós também o inspiramos e, enquanto esperamos seu novo livro, vamos comemorar o dia que John festeja mais uma primavera com uma promoção em que VOCÊ MANDA:

Deixe nos comentários deste post a sua frase (ou frases) de John Green que mais impactou (impactaram) a sua vida, pode ser do mesmo livro ou de livros diferentes. Os participantes vão concorrer a um vale da Amazon.com.br no valor de R$ 100,00 (CEM REAIS) em prêmios que VOCÊ também vai escolher.

Aproveito e compartilho também algumas das milhares de frases de John Green que me fizeram chorar, me emocionar, sair da zona de conforto, sorrir e dar uma guinada na vida. Foi muito difícil escolher apenas essas que coloquei neste post. Mas confesso que cada uma deles tiveram um efeito profundo na minha existência. Estou curiosa para saber a de vocês. Tenho certeza que John também vai curtir a energia positiva que mesmo de longe ele vai receber com a nossa brincadeira.

box_quem_e_vc_alasca

box_teorema_katherine

box_cidades_papel

box_culpa_e_das_estrelasl

box_will_willl

box_deixe_a_neve_cair

 

Confiram a nossa entrevista completa com o mestre John Green, falamos sobre “Cidades de Papel”, escrever livros e sobre a vida:

ps_encontro_fa_john_green

A primeira vez que a gente conhece pessoalmente John Green, a gente nunca esquece. Aqui está nosso primeiro encontro na feira de livros em LA:

john8

ps_encontro_John_Green

Regulamento:

A participação será finalizada às 23:59h do dia 15/9 e o vencedor será anunciado dia 16/09 (será divulgado no Twitter da Claudinha – @claudiaciuffo).

Vamos considerar um comentário por leitor.

Podemos alterar a data de término desta promoção sem prévio aviso.

35 comentários sobre “Vem gente! Vamos comemorar o aniversário de John Green

  1. “Eu queria ser seu último amor. Mas sabia que não era. Sabia e a odiava por isso. Eu a odiava por não se importar comigo. Eu a odiava por ter me deixado naquela noite. E odiava a mim mesmo por tê-la deixado ir embora, porque, se eu tivesse sido suficiente, ela não teria querido ir embora. Simplesmente teria se deitado comigo, conversado e chorado. E eu a teria ouvido e teria beijado as lágrimas que caíam dos seus olhos.”
    — Quem é você, Alasca?

  2. Minha frase preferida é “Saio em busca de um grande talvez”. É uma frase curta mas significa tanta coisa pra mim. Porque não quero saber exatamente como serão todos os meus dias futuros. Quero me surpreender, quero que o talvez me surpreenda.

  3. Todo o livro Quem é você Alasca tem influência em minha vida, muitas das suas frases e a história em si me tocam de certo modo. Uma das que não me esqueço é (…) as lembranças também desmoronam. Então não nos resta nada, nem mesmo um fantasma, apenas sua sombra. É um livro imprevisível, pois voceano começa a ler esperando o clichê e no fim desaba em lágrimas. Beijo Claudinha!!

  4. “Okay” ele disse,depois do que pareceu uma eternidade.”Talvez Okay venha ser o nosso sempre.”
    A Culpa é das Estrelas
    Eu achei incrível que uma simples palavra pode significar a eternidade,um amor que duraria para sempre.Enfim uma simples palavra que para Hazel e Gus era o seu para sempre,esse livro me emocionou muito.Obrigada John Green por escrever essa história que vai além do humor ácido e do desdém por tudo que é convencional que me fez rever meus conceitos e só confirmar que o amor só nos fortalece e nos dá força para seguir em frente.

  5. “Esse é o problema da dor. Ela precisa ser sentida.”
    Por mais DOLOROSA que essa frase possa ser, ela me transmite a energia de sempre se permitir.. Me permitir amar, me permitir sofrer, me permitir viver.. Todos nós devemos reservar um tempo pra deixar a lágrima rolar e eliminar de vez a dor que tende a ficar remoendo!

  6. Ambas são do “A culpa é das estrelas” porque foi uma das obras que mais chorei e me emocionei…

    “-Esse é o problema da dor (…). Ela precisa ser sentida.”

    Essa é a frase que mais me lembro e levo para a vida porque costumo sempre fugir dos problemas ao máximo para não ter que enfrentar a dor, mas chega uma hora que não dá para escapar, o sofrimento vem e é assustador, mas é inevitável. Essa citação ajuda a entender que todo o mundo sofre, não tem como fugir, não somente isso, mas é que o sofrimento de certa forma faz parte da vida (embora a gente fuja dele) e nos ensina alguma coisa (nem que for para nos tornarmos mais fortes e sabermos enfrentar os desafios da jornada).

    Outra citação que acho linda é essa:

    “Me apaixonei do mesmo jeito que alguém cai no sono: gradativamente e de repente, de uma hora para outra.”

    Descreve de uma forma simples e bem verdadeira, pelo menos para mim, quando me apaixono, nunca me dou conta e quando vou ver, já está lá o danado do sentimento, forte, intenso e poderoso.

  7. A minha frase favorita é do livro Quem é você, Alasca? Eu sei ela todinha de tanto que gostei ao ler:
    “Não nascemos, nem morremos. Como toda energia, nós simplesmente mudamos de forma, de tamanho e de manifestação. Os adultos se esquecem disso quando envelhecem. Ficam com medo de perder e de fracassar. Mas essa parte que é maior do que a soma das partes não tem começo e não tem fim, e portanto, não pode falhar…

  8. Uma frase que espressa a desilusão de um amor não correspondido </3
    "Ela tinha namorado. Eu era um palerma. Ela era apaixonante. Eu era irremediavelmente sem graça. Ela era infinitamente fascinante. Então voltei para o meu quarto e desabei no beliche de baixo, pensando que, se as pessoas fossem chuva, eu era garoa e ela, um furacão."

  9. Não posso ser uma dessas pessoas que ficam sentadas falando que pretendem fazer isso e aquilo. Eu vou fazer e pronto. Imaginar o futuro é uma espécie de nostalgia.
    — Quem é você, Alasca?

  10. É difícil escolher apenas uma frase preferida de um autor como o John que nos estimula a pensar sobre a vida e nos empurra a encarar coisas que não queremos ver. Mas uma das que mais gosto sem duvida é de ‘Quem é você, Alasca?’, meu livro favorito: “Ela tinha namorado. Eu era um palerma. Ela era apaixonante. Eu era irremediavelmente sem graça. Ela era infinitamente fascinante. Então eu voltei para o meu quarto e desabei no beliche de baixo, pensando que, se as pessoas fossem chuva, eu seria garoa e ela, um furacão.”
    Essa frase pode parecer simples, mas ela traduz exatamente tudo aquilo que carregamos dentro de nós. Toda dúvida, incerteza, as cicatrizes deixadas por outras pessoas que as vezes nos impedem de vermos a nós mesmos como alguém digno de ser amado. Todos nós já tivemos nosso momento de andar pelo mundo achando que somos chuva enquanto aqueles que amamos são furacão. E existem aqueles que vivem constantemente achando isso.

  11. “E aí tem livros, do qual você não consegue falar – livros tão especiais e raros e seus, que fazer propaganda da sua adoração por eles parece traição.”

  12. Isso é o medo: Perdi uma coisa importante, não consigo achá-la, preciso dela. É o que a pessoa sentiria se perdesse os óculos, fosse até uma óptica e descobrisse que todos os óculos do mundo tinham se acabado e que, agora, ela teria de se virar sem eles.
    – Quem é você Alasca?

  13. “It’s a good life, Hazel Grace.” De alguma forma essa frase tão improvável acabou me marcando imensamente desde o primeiro livro que li do autor, permanecendo pelos próximos 5 nos quais me apaixonei ainda mais pela escrita de Green. O trecho é de um significado indescritível pra mim. Ainda que inúmeras circunstancias digam que não, a positividade/a beleza no mundo é uma escolha. Planejo essa (frase em questão) como sendo minha primeira tatuagem literária.

  14. Não faço ideia de quantas e quantas vezes eu reli as mesmas palavras, esperando que elas mudassem, que fossem algo melhor. Um pedido de desculpas, um volta pra mim, ou um simples “acorda, te quero de volta”. Mas não. Foram claras. Mais, impossível. Senti rasgar cada pedacinho de mim, e ser jogado ao vento, para que me levasse pra longe. E não sei até quando eu ainda vou voltar ali e ler a mesma coisa, morrer de novo ao termino de cada palavra, esperando por um milagre, que ainda não aconteceu.
    A Culpa é das Estrelas

  15. Uma cidade de papel para uma menina de papel. (…) Eu olhava para baixo e pensava que eu era feita de papel. Eu é que era uma pessoa frágil e dobrável, e não os outros. E o lance é o seguinte: as pessoas adoram a ideia de uma menina de papel. Sempre adoraram. E o pior é que eu também adorava. Eu tinha cultivado aquilo, entende? Porque é o máximo ser uma ideia que agrada a todos. Mas eu nunca poderia ser aquela ideia para mim, não totalmente.

  16. “Isso sempre me pareceu tão ridículo, que as pessoas pudessem querer ficar com alguém só por causa da beleza. É como escolher o cereal de manhã pela cor, e não pelo sabor.”

  17. Havia espaço suficiente para ser qualquer pessoa – qualquer uma, exceto a que ele já fora, porque se tinha uma coisa que Colin tinha aprendido, era que não se pode impedir o futuro de acontecer. E pela primeira vez na vida, Colin sorriu pensando no futuro infinito que se descortinava à sua frente.
    — O TEOREMA KATHERINE

  18. “Quando as coisas quebram, não é a quebra real que os impede de voltar a ficar juntos novamente. É porque um pequeno pedaço se perde – as duas extremidades restantes não poderiam caber em conjunto, mesmo se quisessem. A forma inteira mudou.” Will e Will
    “Então, nós todos somos importantes – talvez menos do que muito, mas sempre mais do que nada.”

    (O Teorema Katherine)
    “Passamos a vida inteira no labirinto, perdidos, pensando em como um dia conseguiremos escapar e em como será legal. Imaginar esse futuro é o que nos impulsiona para a frente, mas nunca fazemos nada. Simplesmente usamos o futuro para escapar do presente.”

    (Quem é você, Alasca?)

  19. “Mas eu acredito em amor verdadeiro, sabe? Não acho que todo mundo possa continuar tendo dois olhos nem que possa evitar ficar doente, e tal, mas todo mundo deveria ter um amor verdadeiro, que deveria durar pelo menos até o fim da vida da pessoa.”

  20. Gosto muito desse trecho de Quem é você, Alasca? : “Isso é o medo: Perdi uma coisa importante, não consigo achá-la, preciso dela. É o que a pessoa sentiria se perdesse os óculos, fosse até uma óptica e descobrisse que todos os óculos do mundo tinham se acabado e que, agora, ela teria de se virar sem eles.”

  21. “Talvez haja alguma coisa que você tem medo de dizer, ou alguém que você tem medo de amar, ou algum lugar que você tem medo de ir. Vai doer. Vai doer porque é importante.” – Will e Will.
    Amo essa frase simplesmente por um motivo, algo que pode ser nd para vc mas que é grandioso para mim.
    Se alguém lhe fazer a seguinte pergunta: se você tivesse que escolher entre ser feliz e ser triste, qual opção escolheria?” Bom, já posso imaginar qual foi sua resposta, pois eu responderia da mesma maneira, até que meu professor de sociologia fez eu olhar o mundo de outra forma.
    Somos pessoas e as vezes esquecemos disso, apenas queremos a felicidade em nossa vida e quando nos perguntam se somos felizes, dizemos que sim. Mas não, não somos felizes, assim como não somos tristes, assim como não podemos ser apenas uma opção. Somos pessoas e pessoas são ambos, nao existe um sem outro, se fôssemos apenas felizes não estaríamos aqui, apenas teríamos desistido da vida porque a felicidade seria tão contínua e cansativa que simplesmente não daria mais. Essa frase simplesmente é a minha preferida porque faz eu ver o mundo de uma forma diferente, me faz rir quando estou feliz e me permiti chorar quando estou triste, o que somos sem a felicidade ou sem a tristeza? Somos nada, esse é o problema, esquecemos de ser humanos.

  22. Tenho a sensação de que minha vida está muito dispersa neste momento, como se fosse um monte de pedacinhos de papel e alguém ligasse o ventilador. Mas falar com você me faz sentir como se o ventilador tivesse sido desligado por um tempo. Como se as coisas pudessem de fato fazer algum sentido. Você junta todos os meus pedacinhos, e sou muito grato por isso.

  23. Amo essa frase do livro O Teorema Katherine: “Ele gostava de todos os livros, porque adorava o simples ato de ler, a magia de transformar os rabiscos de uma página em palavras dentro da cabeça.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *