Coisas que aprendi com meus seriados

Por: Luan Menezes

Seriados são como vícios que não têm cura. Entre altos e baixos, você vai liberando um espaço na grade daquela série finalizada mas, logo em seguida já tem mais duas pra tentar encaixar, o que torna a vida de seriador um pouco mais difícil. Na grande maioria das vezes principalmente por parte da família mais Old (que não teve o hábito de assistir seriados ou filmes) sempre comentam: “Você não convive socialmente”, “não aprende nada com esses filmes”, “toda semana assistindo a mesma coisa” e por aí vai… Seriados são como livros, te levam a lugares onde você nunca esteve e tem muita vontade de conhecer, te levam a conhecer pessoas, estilos de vida e até mesmo te dão bastante noção do que você pode mudar na sua vida de vez em quando.

Nesta semana resolvi listar aqui na “Só Seriados” algumas lições importantes que aprendi assistindo séries (não caberia todas) espero que vocês compartilhem disso assim como eu. Vamos lá?

the originals

1- Família base de qualquer coisa e sem dúvida nenhuma o vínculo mais importante

Podemos perder os amigos, a roupa do corpo, ficarmos sem uma casa para morar, mas quem tem família recupera tudo isso facilmente! Quando se fala em família acho que a maior prova disso é a família Mikaelson, entre altos e baixos desde quando ainda eram parte do elenco de “The Vampires Diaries”, os principais Klaus, Elijah, Rebekah e Kol sempre mostraram que apesar de tudo que passavam traição, inveja e até por muitas das vezes o desejo de morte de um pelo outro, no final a ligação de sangue sempre era mais forte. Em “The Originals” esse vínculo familiar foi explorado de forma grandiosa quase perfeita e até hoje temos esse vínculo forte pois não há plano que resista à união desta família. Seguindo ainda na base da família temos “Game Of Thrones”, que sem dúvida também é um sucesso! A forma com que cada casa protege o nome da família, onde o nome da família é o que realmente importa vimos os Starks, Targaryens, Tully, Martel, Lannisters entre outros fazerem coisas absurdas para manter suas famílias vivas e com poder. Assim como Ned, Catelyn e Cersei lutarem por seus filhos e até mesmo morrerem por seus filhos como prova que esses laços estão acima de qualquer coisa.

2- Nem tudo o dinheiro pode comprar

O maior exemplo disso sem dúvida é “Gossip Girl”, em uma cidade onde somente as pessoas mais ricas sobrevivem conseguimos ver o quanto a maioria delas têm a necessidade de coisas que o dinheiro não pode comprar, como uma pizza simples com pessoas especiais, caminhadas sobre o luar. Creio eu que Serena, Blair e até mesmo Kurt desfrutaram de momentos únicos que apenas a família do Dan Humphrey poderia oferecer para eles. U dos momentos mais singulares disso foi quando a própria Blair diz para Jenny que tem inveja dela, pois a felicidade maior é saber que quando ela volta para casa tem um pai e uma mãe esperando por ela, e olha só voltamos a falar de como esse vínculo familiar é importante!

greys anatomy

3- Lutar pelos outros pode ser tão difícil quanto lutar por si mesmo

Para todos os personagens de “Grey’s Anatomy”, “E.R.”, “Chicago Fire”, “Chicago PD”, “Chicago Med” entre outros seriados médicos ou dramas que lidem com o ato de “salvar” as pessoas, percebemos o quanto é difícil se manter em pé durante diversas situações. Perder amigos em incêndios e mesmo assim continuar a fazer o seu trabalho não deve ser nada fácil e isso os bombeiros de Chicago sabem muito sobre… Comprar briga com tumores, fraturas e corações fracos sempre é um desafio paras as equipes de “E.R”, “Grey’s Anatomy” e “Chicago Med”. Não levando muito para a área da medicina mas, ter a vida de um desconhecido em suas mãos e lutar por ela mais do que você lutaria por si mesmo é uma das coisas mais impressionantes e magníficas que alguém pode fazer.

thegoodwife

4- As mulheres são o elo mais forte.

“Scandal”, “How To Get Away With Muder”, “Homeland”, “The Good Wife”, “Orphan Black” entre outras, são a prova do quanto elas são fortes não é mesmo? Humilhadas, batalhadoras, consideradas por algum maluco o sexo frágil, as mulheres dos seriados são como muitas mulheres na vida real que lutam por seus objetivos e demonstram com muita classe que é possível ser mulher e fazer coisas incríveis que exigem uma habilidade surreal que muitas das vezes só o ‘toque feminino’ pode resolver.

Friends season 10

5- Os amigos que conquistamos ao longo da vida serão para sempre

Impossível falar de amigos e não falar de “FRIENDS”, uma das primeiras séries que assisti e sem dúvida a MELHOR até hoje! Com uma simplicidade e perfeição a série mostra o meu futuro ou melhor o futuro de todos aqueles que possuem amigos desajeitados loucos mais que te amam muito. “The Big Bang Theory”, a eterna “Dawson’s Creeks”, “How I met You Mother”, “One Tree Hill”, “The O.C.”, “Seinfield” entre outras demonstram o quanto a amizade é capaz de mudar as pessoas para melhor até mesmo aqueles que até então estavam perdidos, seriados como esses são de grande inspiração para uma vida menos estressante e mais feliz quando se estiver com os amigos. Particularmente tenho um carinho enorme por Dawson’s pois, acho incrível os temas abordados naquela época mesmo após anos quando fui fazer uma maratona percebi que estava atual o momento que estava vivendo com aquilo que a série me mostrava, parece loucura mais assisti a série mais de uma vez te traz sensações e opiniões diferentes hahaha. Até mesmo as amizades mais loucas isso as meninas de “Pretty Little Liars” demonstram a cada temporada de quão longe podemos ir para proteger os nosso melhores amigos, e de como podemos nos arrepender depois…

6- Todo momento na vida necessita de uma trilha sonora

Falando em música, quais são as primeiras séries do meu top musical? “Glee”, “Nashville” e “Smash”. “Glee” sem dúvida me mostrou quem eu preciso ser, como devo ser e que o principal de tudo é ser feliz e não se importar se a sua felicidade é ruim para algumas pessoas. “Smash” te ensina a lutar pelos seus objetivos mesmo que eles sejam impossíveis. “Nashville” te mostra que nem tudo é pra sempre você pode estar por cima por alguns pequenos momentos e a sua queda pode ou não ser pior do que você pensa. E se as três pudessem te dar um único conselho seria: não importa o quão difícil seja, coloque uma música viaje nela, sinta ela e com certeza viva ela, pois mesmo que não pareça ela vai te mostrar a solução de algo. Mesmo que a música não te diga nada o que valeu foi a chance de poder relaxar, se emocionar e ter um momento para pensar em você.

fringe

Bônus – Confie em você e no que você aprendeu, em tudo que já viu e viveu.

Acho que todas as séries que citei se encaixam nesse último título, acrescentaria acho que “House”, “Bones”, “Supernatural”, “CSI’s” e com certeza “Fringe”. Não importa o que a ciência diz que é impossível ou quão surreal pareça, lute pelo que acredita mesmo que te digam que é impossível, que você é louco e que vai dar errado. Se você possui o conhecimento e crer que dá conta, não perca seu tempo com as opiniões negativas, mesmo que sejam fantasmas do passado, demônios invencíveis e diagnósticos improváveis de qualquer situação… Acredite em si mesmo. Você detém o maior dos maiores segredos da vida que é conhecer seus limites, seus defeitos e suas qualidades.

No final o que realmente aprendemos com seriados é que podemos tirar conclusões de cada episódio, absorver dicas e lições que iremos levar para sempre e praticar na nossa vida, não é à toa que hoje realizo meus sonhos e só fui atrás deles porque me conheci e me vi em diversas situações imaginárias dentro dos meus seriados favoritos. Você, na maioria das vezes, não precisa de muitas opiniões, tente apenas viver em situações diferentes como: ser um médico no Grey’s Sloan Memorial, ser um caçador de coisas sobrenaturais, ser um policial, um bombeiro, um desajeitado vivendo com pessoas ricas, um perdedor, um advogado de sucesso ou até mesmo um cientista louco que descobriu outra dimensão… No final de tudo seus heróis e vilões preferidos vão ter algo pra te ensinar!

 

bio_luan_menezes_2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *