Especial Dia das Crianças – Os pequenos gigantes do mundo das séries

 

Por: Luan Menezes

Pra você o que é ser criança? Por muitas vezes temos a ideia que crianças são pessoas frágeis, que não possuem o conhecimento necessário para algumas situações. Só que no mundo das séries temos exemplos do que as crianças são capazes. Cada uma com seu jeito único, conseguem mostrar que muitas vezes são até melhores que os adultos, para liderem com situações diversas. Veja a listas destes “pequenos gigantes”:

Carl

Carl (The Walking Dead)

Quando tudo começou, Carl era apenas uma criança normal que acreditava que teria perdido seu pai para sempre. Carl tinha uma adoração pelo seu pai e acreditava, como só uma criança pode, que Rick era indestrutível. Quando Sophia se tornou um zumbi e morreu pelas mãos de seu pai, ele se torna frio e amargo e foi nesse momento que virmos Carl crescer… Quando sua mãe morre durante o parto, ele é forçado a matá-la para impedir que ela retorne como zumbi. Esta foi sem dúvida uma das cenas mais fortes de The Walking Dead.

Joey

Joey Matthews (The Following)

Joey foi sequestrado por seu pai psicopata, o que com certeza o marcou por toda sua infância. O mais bonito em Joey é que ele é uma criança muito carinhosa, esperta e que demonstrou diante de toda situação o que é ser uma criança madura. Sem dúvida uma das crianças que mais chama atenção em The following é ele afinal, suas sardas são o que o deixam ainda mais fofo.

Henry

Henry (Once Upon a Time)

A imaginação inocente de Henry é a “chave” que abre a porta entre os dois mundos na série. A realidade e os contos de fadas. O livro é apenas outra história para qualquer pessoa que o lê, mas Henry é mais que isto, ele acredita no que está lendo. Imaginativo e de temperamento forte, ele sempre ignora os conselhos dos adultos ao seu redor. Apesar do ceticismo de Emma, a crença de Henry na maldição é inabalável. Embora ele possa ser um pouco teimoso, Henry é na verdade animado e atencioso. Ele não quer que Emma se sinta culpada por lhe ter dado para adoção, ele sabe que ela queria que ele tivesse uma vida melhor. Apesar do carinho por Emma, Henry sente que Regina também precisa dele, e por muitas e muitas vezes ele volta para Regina, pois sabe que o amor que ela tem por ele é o que ainda a mantém boa.

Jude

Jude Jacob Adams Foster (The Fosters)

Jude passou por tempos difíceis depois de ter perdido a sua mãe em um acidente de carro. Ao lado de sua irmã mais velha Callie, foram enviados pelo sistema de acolhimento e posteriormente, adotados por Stef e Lena. Apesar de ser muito calado, ele sempre conseguiu ter uma boa consciência e uma perspectiva brilhante da vida. E foi quando ele conheceu a família Foster que ele finalmente encontrou sua “casa para sempre”.

Max

Max Braverman (Parenthood)

Max é o filho de Adam e Kristina e tem oito anos. É uma criança amorosa (do seu jeito!), mas seus pais descobrem que educá-lo seria bem mais difícil do que tinham imaginado. Lidar com Max significa contar com o amor e apoio de cada um dos elementos da família Braverman. Dizem que é preciso uma aldeia para criar uma criança. E não podia ser mais verdade, no caso de Max.

arya

Arya Stark (Game Of Thrones)

É impossível falar de crianças e não citar os Starks… Sem dúvida Arya representa uma das crianças mais guerreiras do mundo das séries. Valente, incisiva, audaciosa… Arya, conquistou a todos desde o primeiro episódio. Sempre fico impressionado com a maneira com que ela lida com as coisas, mesmo nas situações mais difíceis. Uma verdadeira criança, porém impressionante para sua idade. Para mim representa a família Stark com bravura e coragem em Game of Thrones.

Bom galera foram essas minhas escolhas da semana! Crianças guerreiras com diferencial e que representam o melhor dos seriados. Cada uma da sua forma, consegue demonstrar que crianças podem nos surpreender todos os dias #FELIZDIADASCRIANÇAS.

Até a próxima pessoal!!

bio_luan_menezes_2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *