Estreias da Fall Season: The Good Doctor

Por: Luan Menezes

“Você nunca vai descobrir o que ele pensa, então nem tente”.

Não me sentia assim com um seriado desde quando dei uma chance para ‘The Handmaid’s Tale’… A indicação dessa semana é uma série fresquinha da Fall Season, que com apenas três episódios ganhou o primeiro lugar fixo na minha grade 2017/2018.

Shaun Murphy é um jovem cirurgião com síndrome de Savant que se muda de uma vida tranquila no interior para se juntar à unidade cirúrgica de um hospital de prestígio. Sozinho no mundo e incapaz de se conectar pessoalmente com aqueles que o rodeiam, Shaun usa seus dons médicos extraordinários para conquistar seus colegas e salvar as vidas dos pacientes.

Trailer:

 

 

Eu diria que estamos olhando para a nova “House” versão 2.0. Como alguém que não tem habilidade de se relacionar com pessoas pode salvar vidas? Essa é a pergunta que você se faz quando está assistindo algo que parece ser muito improvável ou até mesmo impossível de acontecer.

No mundo que vivemos hoje, muitas coisas têm sido colocadas em discussões em todos os meios de comunicação que podemos imaginar. O grande lance de “The Good Doctor” é trazer o autismo como algo que não é entendido e ter o Dr. Shaun como um cirurgião que de todas as áreas medicas com certeza é considerada a mais arriscada de todas. Traz para todo mundo que assiste ao show a questão de porque ele não é considerado uma pessoa normal sendo que de modo intelectual ele é perfeito para assumir uma posição tão corajosa como a de ser um cirurgião.

A síndrome de Savant ou Síndrome do sábio, porque Svant em francês significa sábio, é um distúrbio psíquico raro onde a pessoa possui graves déficits intelectuais. Nesta síndrome, a pessoa tem sérias dificuldades em se comunicar, compreender o que lhe é transmitido e estabelecer relações interpessoais. No entanto, possui inúmeros talentos, principalmente ligados a sua extraordinária memória.

Alguns dados parecem ser spoilers, não se assustem, tudo que falo é mostrado no teaser do seriado. Logo nos dois primeiros episódios, somos apresentado ao passado de Shaun, diversos fatores contribuíram negativamente para o crescimento dele até que ele conhece o Dr. Glassman e é esse médico que, com todos os seus argumentos e convicções, consegue provar para o conselho do hospital St Bonaventure.

O episódio piloto de “The Good Doctor” é particularmente incrível, a série se passa em um hospital porém, não espere ver aquelas cirurgias como em “Grey’s Anatomy”, diria que o estilo é bem parecido com o de “House”. O legal que pude perceber é a criatividade que os produtores tiveram em reproduzir como o cérebro de um autista e portador de Síndrome de Savant funciona… É simplesmente mágico como tudo acontece dentro da cabeça de Shaun. Só que logo no início nos enganamos quando achamos que o show é sobre os conflitos internos de Shaun, os principais conflitos são daqueles que convivem com ele, de como eles lidam com tudo aquilo e é impressionante como até mesmo médicos não conseguem lidar com a presença de Shaun e de sua sinceridade em meio a tudo, até mesmo de como ele lida com a ironia dos seus colegas de trabalho. Shaun vive bem dentro do seu próprio mundo, mesmo com suas próprias limitações sociais conseguimos observar o quanto ele gosta ou não das pessoas ou de como a mentira e a ironia podem abalar o seu estado emocional em questão de segundos.

“The Good Doctor”, em três episódios apenas, consegue dar uma sacudida mostrando do que nós somos capazes ou não de fazer diante daquilo que não conhecemos. Apesar de termos o clichê do herói com problemas pessoais, eu particularmente acredito que a série não se trata disso e muito menos de uma série que está ali para mostrar o drama dentro de um hospital ou de um centro cirúrgico.

A ABC encomendou mais episódios de ‘The Good Doctor’ , garantindo a primeira temporada completa com 22 episódios que são exibidos na segunda-feira no canal americano.

Sem dúvida nenhuma o show tem muito mais o que mostrar e irá entregar um sucesso absoluto tão bom e diferente quanto o de “House M.D.”. Se você ainda não assistiu, com toda certeza está perdendo uma das melhores estreias dessa Fall Season até o momento. Corre lá e depois nos diga o que achou!

XOXO
@lmennezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *