Evento pré-Oscar traz os melhores filmes indicados na premiação em 2021

A temporada de premiações, que começa em setembro e vai até a cerimônia do Oscar, sempre foi a nossa época favorita do ano. Por conta da pandemia, infelizmente, a gente não pode seguir a tradição e ver todos os filmes, que estavam na corrida pela estatueta, no cinema, assim como foram suspensos os tradicionais eventos onde a gente fica frente a frente com os indicados em Los Angeles e Nova York. Mas ainda bem que recebemos screenings e fomos convidados para participar de painéis exclusivos para a imprensa promovidos pelo Deadline Hollywood e pela Variety.

Assim tivemos o gostinho de conferir, em primeira mão, os filmes indicados ao Oscar, anunciados pelo, ninguém mais ninguém menos, super casal Priyanka Chopra Jonas e Nick Jonas. E, esse ano tivemos grandes surpresas, a que mais tocou meu coração foi que, pela primeira vez na história da premiação, duas mulheres foram indicadas na categoria melhor direção, sendo uma delas, a diretora de “Nomadland”, asiática. Chega a ser patético imaginar que em 93 anos, essa foi a primeira vez que mais mulheres que homens foram reconhecidas nessa categoria, um grande passo para a indústria do entretenimento.

Cá está pra quem não viu ainda:

 

A cerimônia geralmente acontece em fevereiro em Los Angeles mas, também, devido à pandemia, foi transferida para o dia 25 de abril.

Eu sou apaixonada por filmes que são uma válvula de escape que nos distraem, emocionam e divertem. Nesse período difícil e doloroso que o mundo está vivendo, creio que eles se tornaram uma forma essencial de entretenimento ainda mais importante em nossas vidas.

Nessa matéria compartilho os meus dois filmes prediletos que levaram várias indicações esse ano. Acompanhado do registro dos nossos encontros com diretores, atores e produtores que foram as grandes estrelas dessas obras-primas na frente e atrás das câmeras.

Nomadland

Esse filme entrou na lista dos meus 10 filmes favoritos na vida. Para uma cinéfila como eu, que assisti em torno de 100 filmes por ano, essa é uma lista muito especial. “Nomadland” tocou meu coração como se tivesse contando a história da minha própria vida. Quem me conhece bem sabe que tenho alma cigana, vivo com 2 malas pelo mundo afora e ainda sonho em passar um tempo viajando pelos EUA em um motorhome, que é aquele caminhão/trailer.

A sensibilidade com a qual a história das pessoas que têm esse estilo de vida por opção ou necessidade foi tratada nesse filme é brilhante. Chloe Zhao, que quebrou recordes sendo indicada em 4 categorias no mesmo ano, fez um trabalho primoroso. Sem contar com a atuação fenomenal de Frances McDormand e a fotografia que é praticamente um personagem na trajetória da sua protagonista. Não é à toa que “Nomadland” é o grande favorito para levar melhor filme esse ano. E o meu escolhido.

SINOPSE: Em Nomadland, após o colapso econômico de uma cidade na zona rural de Nevada, nos Estados Unidos, Fern (Frances McDormand), uma mulher de 60 anos, entra em sua van e parte para a estrada, vivendo uma vida fora da sociedade convencional como uma nômade moderna. Fonte: Adoro Cinema

 

 

Melhor filme
Melhor direção: Chloe Zhao
Melhor atriz: Frances McDormand
Melhor roteiro adaptado
Melhor fotografia
Melhor edição

Bela Vingança

“Bela Vingança” tem um dos roteiros mais criativos que eu me deparei nos últimos anos. O filme trata de assuntos super sérios com uma maestria e até uma leveza de tirar o chapéu. Carey Mulligan está simplesmente sensacional no papel de Cassandra, assim como todo o elenco que conta com uma participação especial de Adam Brody, meu eterno Seth Cohen. A direção é tão primorosa que me vi entrando na mesma montanha-russa de emoções da protagonista. O final imprevisível, mas extremamente esperado, é fantástico.

Sem sombra de dúvidas foi uma das melhores surpresas do ano no meu mundinho de viciada em filmes. Uma aula em como usar o sarcasmo e o humor para contar bem uma estória muito dramática. Quase uma filosofia de vida que eu queria adotar no mundo real.

SINOPSE: Em Bela Vingança, Cassie (Carey Mulligan) é uma mulher com muitos traumas do passado que frequenta bares todas as noites e finge estar bêbada. Quando homens mal-intencionados se aproximam dela com a desculpa de que vão ajudá-la, Cassie entra em ação e se vinga dos predadores que tiveram o azar de conhecê-la.Fonte: Adoro Cinema

 


 

Melhor filme
Melhor direção: Emerald Fennell
Melhor atriz: Carey Mulligan
Melhor roteiro original
Melhor edição

Fiquem ligados que vamos falar sobre todas as obras-primas que estão concorrendo na categoria de melhor filme esse ano.

Confira a lista completa dos indicados aos Oscar 2021:

https://g1.globo.com/pop-arte/cinema/oscar/2021/noticia/2021/03/15/oscar-2021-anuncia-indicados-da-premiacao-veja-lista.ghtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *