No Tapete Vermelho dos Jogos Vorazes

Publicado no Tumblr do Hollywood é Aqui em abril de 2012: http://tmblr.co/ZDv8CxJ7waZ1

Há dois anos fui presenteada no meu aniversário com um exemplar do livro “The Hunger Games” (Jogos Vorazes). Minhas queridas amigas Gizem, da Turquia, e Natalie, da França, as mesmas que me convenceram a começar a assitir o seriado “The Vampire Diaries”, aliás também no dia do meu aniversário, foram as queridas que me deram este presente e incentivaram a leitura de toda a saga. Elas também me emprestaram “Catching Fire” (Em Chamas) e “Mockingjay” (Os Jogos da Fome 3).

Essas meninas, na verdade, foram verdadeiros anjos que conheci nesta cidade. O Hollywood é Aqui deve muito à elas, que foram além de inspiração, parceiras na construção deste sonho e consultoras incríveis. Afinal, sou fã tanto de TVD, como dos livros de Susan Collins por causa delas.

Infelizmente, elas voltaram cada uma para seu belo país, mas mantemos contato, e acho que estava mais que na hora de dedicar uma coluna para as minhas queridas. Achei que elas iriam gostar desta singela homenagem. Gizem e Nat não falam português, mas terei o cuidado de traduzir o post especialmente para elas.

A Estreia no Tapete 

Sou fã de carterinha da saga de Susan Collins. O target dos seus livros é o público adolescente e o triângulo amoroso entre a heroína Katniss, seu amor de infância Gayle e seu salvador Peeta pode até nos remeter a um outro famoso trio que entrou para a história na saga “Twilight”. Mas, sinceramente acho que os livros de Susan tratam de assuntos sérios e muito adultos. A luta pela sobrevivência numa arena onde a ordem é matar, um jogo voraz transmitido ao vivo para a população falida de um país destruído pelo capitalismo. Os sete pecados capitais que marcam a trajetória dos personagens (A Gula – A Avareza – A Luxúria – A Ira – A Inveja – A Preguiça – Orgulho ou Vaidade). Em seus três livros, na voz de Katniss, Susan faz uma crítica ferrenha à sociedade moderna, discutindo o futuro da humanidade. É um trabalho brilhante!

Depois desta declaração de amor, vocês podem imaginar a minha emoção quando a Paris Filmes do Brasil me convidou para cobrir o tapete vermelho da estreia mundial de “Jogos Vorazes” aqui em Los Angeles. Tive a oportunidade de estrear na cobertura do tapete vermelho entrevistando o diretor (Gary Ross) e alguns integrantes do elenco (Wes Bentley/ Seneca Crane; Willow Shields/Primrose Everdeen; Alexander Ludwig/Cato; Latarsha Rose/Portia) deste filme épico. É uma daquelas memórias que marcam a nossa vida pessoal e profissional para sempre. Ainda mais, que esta estreia bateu todos os recordes de bilheteria nos EUA e no mundo. É o terceiro filme que mais rendeu na semana de abertura em toda a história de Hollywood. Realmente uma vitória.

O portal IG teen publicou as minhas entrevistas no clipe que produziu para o lançamento do filme “Jogos Vorazes” no Brasil. Notem, que como em toda cobertura de um tapete vermelho, vocês ouvirão a minha voz, mas quem vai estar na câmera é o entrevistado. Espero que curtam. Eu, já estou contado os dias para a estreia da sequência , “Catching Fire”, que está programada para o final de 2013.

Confiram:

http://jovem.ig.com.br/cultura/filme/especial-jogos-vorazes-estreia-esta-sextafeira-23-nos-cinemas/n1597704317517.html

Como se não bastasse o tapete vermelho, depois da cobertura, tivemos a chance de assistir ao filme em primeiríssima mão. A.D.O.R.E.I. O único ponto desagradável de amarmos um livro é que sempre tendemos a compará-lo quando vemos sua versão no cinema. Eu estudei roteiro e melhor que ninguém posso dizer quão difícil é fazer esta adaptação. É um trabalho de mestre. Não vou mentir, senti falta de algumas passagens do livro, mas entendo que seria impossível incluí-las no roteiro. O fato de Susan, a autora do livro, ter escrito também o roteiro ajudou muito. Creio que graças a isso a história original não se perdeu.

Mas, o destaque do filme fica para brilhante atuação de Jeniffer Lawrence, a atriz, já nomeada ao Oscar pelo seu trabalho em “Winter’s Bones” (Inverno da Alma), deu um show na pele da heroína Katniss. Aliás, todo o elenco está bem afinado e fez um ótimo trabalho. A direção, a trilha sonora, os efeitos especiais e as cenas de ação constribuíram para fazer de “Jogos Vorazes” um super, mega campeão de bilheteria! Merecidíssimo por sinal.

“Jogos Vorazes”, o filme: Wikipedia – The_Hunger_Games

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *