SXSW 2018: Confira os destaques dos filmes exibidos nos festival

Por: Claudia Ciuffo

O South By Southwest, em Austin, é famoso por ter lançado a carreira de diversos cantores, como Amy Winehouse, nos EUA. Mas, além de musica boa, muitos filmes excelentes que vão conquistar o coração do público pelo mundo afora também estreiam ou são exibidos lá, como parte do circuito do filme nos festivais mais populares do mundo.

Devo dizer que meu favorito no SXSW, foi “Eighth Grade”, um dos filmes que não consegui assistir no Sundance Film Festival em janeiro e que, felizmente, foi um dos destaques do festival no Texas. Dos mesmos distribuidores de “Lady Bird (A24 Productions), o filme conta a história da adolescente de 13 anos, Kayla (Elsie Fisher), que como toda jovem do subúrbio americano (e arrisco dizer de qualquer parte do mundo, inclusive o Brasil), sofre na última semana do ensino fundamental – o fim de seu até agora desastroso ano da oitava série/nono ano – antes de começar a frequentar uma escola nova no ensino médio.

O filme marca a estreia de Elsie Fisher como atriz, mas sua atuação e tão, mas tão excelente, que não vou me surpreender se ela tiver uma carreira tão brilhante quanto a de Saoirse Ronan, nossa Lady Bird.

O diretor Bo Burnham e Elsie participaram de um Q&A depois do filme e foram merecidamente aplaudidos de pé. Enquanto Lady Bird sonha em sair de sua terra natal e fazer faculdade em Nova York, Kayla precisa mesmo e enfrentar o dia a dia na escola para encarar a High School na sua vizinhança. Dos videos que posta no Youtube, até a festa da garota popular da escola em que vai obrigada pelo pai, os dilemas que Kayla vive são muito parecidos com os que nos vivemos nessa fase da vida. É fácil e fascinante como o público se identifica mais que de imediato com a trajetória da personagem, mesmo aqueles que, como eu, passaram por isso há mais de 30 anos. Sem dúvidas, é um filme imperdível:

 

 

Trailer:

Data de lançamento: em breve: (1h 34min)
Direção: Bo Burnham
Elenco: Elsie Fisher, Daniel Zolghadri, Deborah Kara Unger mais
Gênero: Comédia
Nacionalidade: EUA

Além de “Eighth Grade”, nós tivemos a honra de assistir a estreia mundial de três filmes no SXSW: “Lean on Pete”, “Family” e “Não Vai Dar” (Blockers), que tem estreia prevista para maio no Brasil.

Em “Lean Pete” acompanhamos a trajetória de Charley (Charlie Plummer), um menino de 15 anos que vive com o pai solteiro em Portland, Oregon. Na procura pela tia desaparecida há muitos anos, Charley consegue um emprego de verão como treinador de cavalos e acaba fazendo amizade com um cavalo de corrida chamado Pete.

O filme retrata com uma sensibilidade impressionante a relação entre Charley e o cavalo Pete, seu melhor amigo. A fotografia e belíssima, com um destaque especial para a excelente performance de Charlie Plummer, que, juntamente com o também talentoso diretor Andrew Haigh, bateu um papo com o público no final da sessão.

Eles contaram que com criatividade, uma equipe comprometida, atores talentosos e um roteiro bem escrito, como venceram os desafios e fizeram um magnífico filme com baixo orçamento. A história é simples, mas profunda, emocionante, especialmente para aqueles que têm ou tiveram um parceiro da vida do mundo animal. Super indico, e aconselho vocês a levarem um pacotinho de Kleenex para acompanhá-lo na sessão, acreditem em mim que vai ser mais valioso que a pipoca.

Trailer legendado:

https://www.youtube.com/watch?v=tjRVbFHr-is

Data de lançamento: em breve (2h01min)
Direção: Andrew Haigh
Elenco: Charlie Plummer, Steve Buscemi, Chloë Sevigny mais
Gênero: Drama
Nacionalidade: EUA

“Family” também fez a sua estreia mundial no SXSW. A diretora, Laura Steinel, apresentou o filme para uma plateia lotada e animada pelos Juggalos (fãs do grupo Insane Clown Posse ou qualquer outro grupo de hip hop do Psychopathic Records). Eu confesso que nunca tinha ouvido falar dos Juggalos, mas não só tive a oportunidade de assistir um filme sobre eles e com eles, como curtir a festa de estreia depois na companhia dessa divertida galera obcecada pelo Insane Clown Posse, duo norte-americano de horrorcore e rap, formado em Detroit, em 1989, por Violent J (Joseph Bruce) e Shaggy 2 Dope (Joseph Utsler).

Taylor Schilling protagoniza o filme e elá está ótima interpretando uma mulher emocionalmente instável que precisa cuidar da sobrinha de 12 anos que sofre bullying por uma semana. Ela vê sua vida se desenrolar quando a menina foge para ser uma juggalo.

O filme alterna momento hilários, com outros super emotivos. Acho que o título diz tudo, é sobre Família, e como muitas vezes nos distanciamos das nossas por estarmos muito ocupados com as nossas próprias vidas, mas quando somos obrigados a voltar a conviver com nossos familiares, percebemos que é na nossa família que encontramos forças para nos salvar das nossas próprias neuroses. Achei a temática bem interessante, com a vantagem de aprender e conhecer melhor a tribo dos juggalos, que é unida e compartilha uma energia super especial.

Data de lançamento: em breve
Direção: Laura Steinel
Elenco: Kate McKinnon, Taylor Schilling, Bryn Vale mais
Gênero: Comédia
Nacionalidade: EUA

“Não Vai Dar” provavelmente foi o filme mais prestigiado do festival. Comédia estrelada por grandes nomes como Leslie Mann e John Cena, que estavam presentes na première em Austin, foi dirigido por uma mulher (Kay Cannon).

Conta a história de três amigas de infância, que com o baile de formatura quase chegando, fazem o pacto de perderem a virgindade na noite da festa. Os pais das três garotas descobrem o plano delas e saem para tentar impedir que elas façam sexo, antes que seja tarde demais.

O filme arrancou muitas gargalhadas da plateia presente, mas foi no Q&A que rolou, após a exibição do filme, que Leslie fez todo mundo chorar de rir, quando contou que, como sua personagem na telona, ela também estava lidando com o fato da filha mais velha ter saído de casa para fazer faculdade, ela apontou para a jovem que estava na plateia e disse: “você prometeu pra mamãe que não vai fazer sexo tão cedo, né?” Eu estava sentada na mesma fileira de Leslie, seu marido, o produtor Judd Apatow e suas duas filhas. A mais velha estava roxa de vergonha, mas rindo alto repetia: “essa é mesmo a minha mãe”.

Acho que como todos os filhos de comediantes, você acaba se acostumando com o senso de humor dos seus pais.

Eu curti, apesar de não ser muito fã do gênero. Agora, se você gosta de comédia, é um dos imperdíveis de 2018, sem dúvidas. Anote na agenda, “Não Vai Dar” tem estreia prevista para o dia 31 de maio nos cinemas do Brasil.

 

 

Trailer legendado:

Data de lançamento: 31 de maio de 2018 (1h42min)
Direção: Kay Cannon
Elenco: Leslie Mann, John Cena, Ike Barinholtz mais
Gênero: Comédia
Nacionalidade: EUA

Fonte sinopses: http://www.adorocinema.com/

Confira mais das nossas aventuras no SXSW:

https://www.hollywoodeaqui.com/morar-na-cali/sxsw-2018-programacao-intensa-no-maior-e-mais-prestigiado-festival-multimidia-dos-eua/

Veja ainda nosso encontro com Tatiana Maslany, nossa clone predileta em Orphan Black, a super talentosa Dakota Fanning e o diretor da trilogia Antes do Amanhecer, Antes do Pôr do Sol e Antes da Meia Noite, Richard Linklater:

https://www.hollywoodeaqui.com/morar-na-cali/sxsw-2018-encontros-com-tatiana-maslany-e-dakota-fanning/

https://www.hollywoodeaqui.com/morar-na-cali/sxsw-2018-frente-a-frente-com-o-diretor-richard-linklater-e-mais/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *