Um brinde à vida da Claudinha! Um super feliz aniversário pra você!

Amiga Claudinha, estava aqui pensando na palavra que melhor te define para mim, desde que te conheci lá atrás no Pilotis da PUC-RJ e me veio à cabeça a palavra renovação. Parece meio óbvio, já que você acabou de se mudar para Austin, pode até ser mesmo, mas, acompanhando sua caminhada, não tem melhor termo para falar de você neste novo ciclo.

Começando pelo salto no escuro que você deu!! Sim, por mais que você tenha se planejado e querido com todas as forças ir morar em Los Angeles, foi se jogar para o novo sim, há uma década, quando você saiu do Rio de Janeiro para viver uma vida que nós acompanhávamos nos seriados, nas tardes da TV. Do mundo corporativo e careta, você se dispôs a recomeçar, praticamente, do zero.

Acompanhei lá no início da sua nova “rotina” as idas às pré-estreias, shows e tapetes vermelhos como fã. Dando a cara à tapa. Em meio a tanta gente “xóvem”, nasceu a tia Claudinha, numa alegria que eu não via há muito tempo. Neste momento, você recarregou sua bateria e deu início à busca pela sua nova jornada. Voltou a ser estudante e, pouco a pouco, foi se inserindo no mundo do entretenimento como profissional, com uma bagagem nova.

Quem diria que posts despretensiosos te dariam a chance de cobrir, oficialmente, eventos e entrevistar seus ídolos do cinema? Aconteceu! Que maravilha. Lembro que te falei que você iria ao Oscar, quando você conseguiu ingressos para o Emmy Awards. E você foi, só que foi como imprensa, através do Hollywood é Aqui. Bingo! Mais uma super conquista. e foram tantas realizações que não dá pra listar aqui no momento, só quem acompanhou sabe.

E tantas e tantas vezes, lá foi você pegar o avião, pra lá e pra cá, cobrindo eventos cansativos e festivais, em Nova York, San Diego, Atlanta, Austin… incansável como a menina de 16 anos que habita em você. Se renovando, com brilho nos olhos, mesmo com os perrengues normais do dia a dia.

Dá pra notar quando alguém está feliz consigo mesma, em qualquer lugar, sem precisar de distrações que não fazem mais sentido quando não sabemos para onde vamos na vida.

Devo dizer que tenho inveja desta qualidade que é se deixar levar pelo mundo, sem receio do que a vida vai te apresentar. E celebro a sua coragem de se reinventar aos 47 anos, em uma nova cidade, sem laços, em um novo projeto, na área que você mais ama, com profissionais que você admira. Celebro a amiga que está longe fisicamente, mas que sempre está em meus pensamentos. Taí, talvez a palavra pra você seja coragem, porque sem ela não há renovação.

Parabéns, amiga, pelo seu aniversário que vem junto com mais um ciclo de mudanças. Que seja rico em aventuras e experiências. Que dure o tempo necessário para te fazer mais feliz.

Um beijo grande 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *