Licorice Pizza é um mergulho encantador nas relações durante a década de 70

Essa matéria foi atualizada em fevereiro de 2022

Se você já assistiu e curtiu os clássicos filmes de adolescentes dos anos 80 como ” Clube dos Cinco”, “A Garota de Rosa-Shocking” ou “Gatinhas e Gatões”, vai se divertir e se emocionar com “Licorice Pizza”.

O filme conta a história de Alana Kane (Alana Haim) e Gary Valentine (Cooper Hoffman) crescendo, correndo e se apaixonando pelo Vale de San Fernando, em Los Angeles, em 1973. Os dois iniciam vários negócios, flertam, fingem que não se importam um com o outro e, inevitavelmente, se apaixonam por outras pessoas para evitar se apaixonar um pelo outro. Mas há um detalhe entre os dois: ela tem 25 e ele 15. Eles se conhecem em um dia de foto na escola de Gary, onde Alana está ajudando os fotógrafos. Escrito e dirigido por Paul Thomas Anderson, o filme acompanha a trajetória traiçoeira do primeiro amor e como Alana tem a jornada de autodescoberta de uma jovem: experimentando diferentes empregos e roupas, diferentes prioridades e personalidades e vendo o que se encaixa. Enquanto Gary está iniciando sua carreira de ator em Hollywood, com a ajuda da mãe e trazendo consigo Alana para o meio artístico. Fonte: Adoro Cinema

Em tempos de efeitos especiais e redes sociais, foi um verdadeiro alívio ver um grupo de adolescentes curtir a vida, os amores e se aventurar sem carregar um celular.

A direção é primorosa e, embora muitos achem que esse é mais um filme “Sessão da Tarde”, “Licorice Pizza”, que conta com a participação de grandes nomes do cinema, como Bradley Cooper e Sean Penn, é, de fato, um grande projeto (recebeu merecidas indicações ao Oscar em várias categorias, incluindo melhor diretor e melhor filme).

Porque, ao contrário do que muitos imaginam, é tão difícil contar uma estória simples, quanto produzir um musical ou um filme com efeitos especiais. O que Paul Anderson fez com atores estreantes foi um trabalho de mestre.

A atuação de Alana e Cooper, que por sinal têm uma química fantástica, é a prova viva do talento deles e do trabalho de Paul.

Participamos de um bate-papo com a atriz, que é uma cantora consagrada, vocalista da banda Haim, e já tinha sido dirigida por Paul em clipes, mas quando recebeu o roteiro não se ligou de primeira que tinha sido escrito para ela:

“Eu achei o máximo que a personagem principal se chamava Alana, mas não percebi mesmo. Quando Paul me fez o convite oficial para protagonizar o filme, eu disse sim, lógico, que honra, e ali ele me contou que escreveu pra mim, olha o nome da protagonista, ele falou….aí sim a minha ficha caiu de verdade. Fiquei emocionada. A minha família no filme é a minha família mesmo, minhas irmãs, meus pais, todos “interpretando” eles mesmos, foi o máximo.”

Agora o grande destaque é a relação de Alana, personagem e atriz, com Cooper, que interpreta Gary.

“O filme é sobre eles, então tinha que ter muita química ali. Eu já conhecia o Cooper, mas não muito bem. Fiz teste com ele e com outros atores, mas acho que desde o começo todo mundo sabia que ia ser ele. A gente deu muito certo junto na frente e atrás das câmeras. Ficamos muito amigos”, conta Alana.

Ela também compartilhou a emoção de dividir a cena com grandes nomes como Bradley Cooper e Sean Penn: “pra ser sincera, eu fiquei bem nervosa. Com Sean Penn eu fiquei estática, olhando pra ele sem acreditar que eu estava ali. Bradley é lindo, sou muito fã, meu crush desde novinha. Eu tentava disfarçar meu deslumbre. Mas os dois são sensacionais, eles foram muito legais e generosos com a gente. Foi uma honra trabalhar com eles”.

Diante de tantos desafios que vivemos e das notícias difíceis que acompanhamos diariamente, “Licorice Pizza” é um daqueles filmes fáceis de ver. Tira a gente um pouco da dura realidade, nos proporcionando uma deliciosa viagem à vida dos adolescentes nos anos 70 e, de certa forma, enche nosso coração de esperança que dias melhores virão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *