Protagonista de “Anne with an E”, Amybeth McNult fala sobre a série em entrevista exclusiva

Por: Luana Mattos

“Anne with an E” está na lista das séries preferidas entre o público brasileiro e seu cancelamento gerou revolta em todos nós. Protagonizada pela talentosa Amybeth McNulty, a série, ambientada no fim do século 19, aborda temas que ainda são extremamente relevantes hoje.

Como fã de carteirinha, eu não poderia perder a oportunidade de entrevistar a amável Amybeth, que aceitou prontamente a nossa solicitação.

Nesta entrevista, Amybeth fala sobre o início da sua carreira, os desafios durante as filmagens e compartilha planos de visitar o Brasil em breve!
Confira!

Luana: Olá Amybeth, muito obrigada por reservar um tempo para fazer esta entrevista.
Amybeth: Obrigada por pensar em mim para a entrevista!

Luana: “Anne with an E” é uma série única, o enredo é fantástico e seu desempenho como Anne foi impecável, exatamente o que eu esperaria se tivesse lido os livros (algo que pretendo fazer em breve), por falar nisso, você já conhecia com os livros antes da série?
Amybeth: Obrigada por suas amáveis palavras, minha mãe me deu o primeiro livro da coleção no meu aniversário de 9 anos! Eu também li “Anne of Avonlea” durante a terceira temporada.

Luana: O que eu mais amo na série (além das paisagens) é que ela se passa no final do século 19, muito antes das mídias sociais e tudo mais! Se você pudesse trazer algo de volta daquela época, o que escolheria? (Eu traria de volta as cartas, eu amo a ideia de escrever cartas – por falar nisso, aquela é sua caligrafia de verdade? É tão bonita!)
Amybeth: Há muito sobre esse período que me faz sentir tão confortável e em casa. Eu amo o estilo. Agora, não me interpretem mal, aqueles espartilhos não são exatamente confortáveis – mas os tops de renda e saias longas, os elegantes vestidos de noite. Eu usaria isso todos os dias se pudesse. Na verdade, comecei a incorporar o cinto e as botas de Anne em meu próprio uso diário.

Não, a caligrafia não é minha, sempre que tentei, derramava tinta em todos os lugares. Então, eu sou muito grata pela minha dublê de mão por torná-la tão bonita.

Luana: Você é uma atriz incrível! E mal posso esperar para ver o que o futuro reserva para sua carreira! Quando você decidiu que era isso que queria fazer? Como foi o início da sua carreira?
Amybeth: Comecei a atuar quando eu era muito jovem, talvez com mais ou menos 5 anos. Apenas indo para aulas de teatro e esse tipo de coisa. Eu não comecei a fazer testes até meu aniversário de 10 anos, quando fiz o teste para “Matilda, O Musical”, em Londres! Na verdade, foi a primeira vez que percebi que era uma carreira que eu poderia seguir.

Luana: Quando você interpreta uma personagem que é tão amada e com uma personalidade tão forte, é difícil para o público separá-la da personagem, aposto que algumas pessoas até chamam você de Anne, às vezes. Quanto de você existe na Anne e quanto de Anne existe em você? Que interesses vocês compartilham?
Amybeth: É engraçado, porque há muito de mim que é tão parecido com a Anne, e quase na mesma extensão, sou totalmente diferente dela. Compartilhamos os mesmos pensamentos e sentimentos, politicamente, e eu diria que sou uma “devoradora de livros” assumida, então esta é uma semelhança. Não passo tanto tempo fora como Anne, embora desejasse. Mas ela me ensinou muito ao longo dos anos, depois de passar tanto tempo dentro da cabeça dela é mais difícil de fazer esta separação. Mas sou um pouco mais velha que a Anne (agora tenho 18 anos) e passo muito tempo nas mídias sociais, algo que ela não teria.

As perguntas abaixo foram enviadas por fãs via Instagram e Facebook:

@carolmajorr: Se você pudesse mudar alguma coisa sobre o enredo o que mudaria? Além disso, como você imagina Anne na vida adulta?
Amybeth: Eu não acho que eu teria mudado alguma coisa, mas se eu pudesse ter acrescentado alguma coisa, eu adoraria que a Anne tivesse um animal de estimação, mas talvez seja só porque eu queria ter um gatinho no set. Em termos de como eu vejo Anne como adulta, eu a vejo tendo uma escola e ensinando nela. Morando com Gilbert em uma cabana aconchegante em algum lugar no meio da floresta com muitas crianças e animais, sem mencionar mais protestos para mantê-la ocupada. Também visitando Matthew e Marilla todo fim de semana.

@_biancalimaa_: Como foi trabalhar com Lucas Jade? De quais colegas de elenco você é mais próximo?
Amybeth: É tão divertido trabalhar com o Lucas! Ele é ótimo quando você precisa rir no set e conta muitas coisas interessantes sobre o espaço que você nem sabia que existiam. Honestamente, estou perto de todos, mas devo dizer que serei melhor amiga de todas as meninas da escola nos próximos anos. Eles simplesmente me fazem uma pessoa melhor.

@Anneofavonlea: Quem são suas influências femininas?
Amybeth: Bem, naturalmente todas as mulheres da minha família e minhas amigas viriam primeiro, mas se falássemos com figuras públicas eu teria que mencionar Greta Thunberg, Malala, Zendaya, Deja Foxx, Sarah Paulson e Michelle Obama. Isso é apenas alguns nomes de muitos.

@ MatheusMárcio: Qual cena foi mais desafiadora e qual você mais gostou?
Amybeth: Eu diria que a cena da tinta de cabelo verde na segunda temporada, simplesmente porque eu chorava e conversava ao mesmo tempo, ou a cena da natação no início da segunda temporada. Era o Oceano Atlântico em outubro, tenho certeza você pode imaginar o frio. Eu não consegui sentir meus pés por cerca de duas horas depois!

@NayanneMoura: O que mudou na sua vida depois de Anne? Quais lições você aprendeu com a série?
Amybeth: Uau, o que não mudou!? Primeiro de tudo, eu conheci pessoas como vocês! As mídias sociais são um mundo assustador, mas também acho que é um presente ser capaz de me conectar com tantos seres humanos diferentes em diferentes países. Também sou grata pelas lições que aprendi durante a série. Eu cresci não apenas como atriz, mas como uma jovem mulher. Eu me sinto mais confiante e mais aberta em relação ao amor próprio. Ainda estou aprendendo a me posicionar e falar quando necessário, mas isso é uma coisa nova para mim e estou adorando.

@LuaneOliveira: Qual foi sua cena favorita da terceira temporada?
Amybeth: Eu acho que minha cena favorita de filmar foi a cena da dança do celeiro! Oh, minhas pernas doíam muito, mas uau, foi divertido. Mas minhas cenas favoritas para assistir foram todas as cenas de Dalmar (que interpreta Sebastian) e de Cara (que interpreta Mary) no episódio 3. Eles são tão talentosos e assistir suas cenas me fez chorar até não ter mais lágrimas. Quando eu assisti a cena e sequer me lembrava que os conhecia na vida real, bem… é assim que você sabe que eles são atores seriamente talentosos.

@FernandaFaria: Você tem planos de vir ao Brasil algum dia?
Amybeth: Espero que muito, muito em breve! Estou pesquisando algumas coisas no Google, para saber que coisas emocionantes devo fazer!

Obrigada pelas perguntas!
Beijos, Amybeth.

Infelizmente a série foi cancelada, mas a história continua viva nos livros! A Editora Pedrazul – https://www.pedrazuleditora.com.br/, juntamente com o HEA, disponibilizou um cupom de desconto para os fãs da série que queiram adquirir os livros e souvernirs personalizados. Corre lá!

Não esqueça de usar o cupom HEA5 para obter o desconto.

https://www.pedrazuleditora.com.br/

 

https://www.pedrazuleditora.com.br/

 

“Um ser humano que chora, ri, se decepciona e se surpreende, mas acima de tudo alguém que teve a vida transformada por Jesus. Ama ler e escrever, e acredita que as palavras têm poder e que podemos mudar o mundo através delas.”
@luanatmattos

Um comentário sobre “Protagonista de “Anne with an E”, Amybeth McNult fala sobre a série em entrevista exclusiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *