“Roswell x Roswell, New Mexico”: A Original x o Reboot

Por: Raquel Zambon

Uma das novas apostas da CW para 2019 é a série “Roswell, New Mexico”, que estreou no último dia 15 aqui nos EUA. Com roteiro de Carina Adly Mackenzie (roteirista de “The Originals”) e contando com Julie Plec no time de produtores executivos (que tem “The Vampire Diaries”, “The Originals” e “Legacies” em seu currículo), a nova série é um reboot da famosa produção “Roswell”.

Roswell, New Mexico

“Roswell”, que foi transmitida pela Fox de 1999 a 2002, contou com três temporadas e com uma legião de fãs dedicados. A série era centrada na história de Max, Isabel e Michael, três alienígenas que estavam em uma nave que caiu na cidade de Roswell em 1947. Os três conseguem viver normalmente entre os humanos até a adolescência, quando Max decide usar seus poderes para salvar a vida da garçonete Liz. Quando Liz descobre o segredo de Max, a vida de nossos personagens extraterrestres passa a correr grande perigo.

Roswell – 1999

Como grande fã dos shows da CW, fiquei empolgadíssima com a ideia do reboot! Sou uma completa viciada em televisão e a versão original de “Roswell” é, de longe, a minha série favorita de todos os tempos. Confesso que fui uma adolescente apaixonada por estes personagens e que a música da abertura de “Roswell” (Dido – Here With Me) tocava repetidamente enquanto eu me arrumava para ir à escola todas as manhãs – tão repetidamente que acabava irritando a minha mãe, que dizia que não aguentava mais ouvir falar de “Roswell”! Rs

Assisti o primeiro capítulo do reboot na estreia e, hoje, compartilho com vocês algumas das diferenças entre as duas produções.

Roswell – 1999

A versão original da Fox tinha seu trio de aliens interpretado por Jason Behr (Max Evans), Brendan Fehr (Michael Guerin) e Katherine Heighl (Isabel Evans), que hoje é conhecida por sua participação em “Grey’s Anatomy” e em diversos filmes de renome. Shiri Appleby (Liz Parker) e Majandra Delfino (Maria DeLuca) completavam o elenco principal.

“Roswell” teve 61 episódios no total e, como muitas séries transmitidas na época (“Dawson’s Creek”, “Beverly Hills 90210”, etc.), tinha um roteiro bem mais profundo do que uma simples série de ação envolvendo humanos e aliens: a série tratava de adolescentes tornando-se adultos em meio a complicações ainda mais extremas do que esta época da vida já apresenta. Roswell abordava relacionamentos interpessoais, lealdade, tolerância e diversos outros temas – tudo isso com uma dose exata de ação e de bom humor!

Max e Liz formavam o casal principal, mas o grande ship dos fãs era Michael e Maria. Michael, que era um adolescente revoltado e incompreendido, criado por um pai adotivo que não o tratava bem, formou um casal épico com Maria, uma adolescente irreverente com um grande amor pela música – para mim, o melhor ship da história da televisão!

Max e Liz

Michael e Maria

Além de todos esses motivos para assistir, ainda destaco que “Roswell” teve uma das melhores trilhas sonoras de seriados e que foi precursora do lançamento de diversas bandas, assim como “Dawson’s Creek” e “One Tree Hill”.

Roswell, New Mexico – 2019

Claro que minhas expectativas para o reboot da minha série favorita eram bastante altas, mas tenho más noticias para os fãs da CW: achei a nova versão de “Roswell” bem decepcionante!

Diferente da história original, o novo “Roswell” se passa após os personagens se formarem na faculdade. Liz Ortecho (Jeanine Mason – também conhecida por seu papel em “Grey’s Anatomy”) é uma pesquisadora de biomedicina e filha de imigrantes não documentados que retorna para Roswell contra sua vontade e acaba descobrindo que sua paixão de adolescência é um alien.

Mesmo com nomes conhecidos no elenco (Nathan Parsons, Michael Trevino e Tyler Blackburn), “Roswell” apresentou um roteiro muito fraco e focado demais em questões políticas. A questão da imigração e da construção de um muro entre os Estados Unidos e México tem de ser publicamente discutida, mas não de forma ininterrupta durante o primeiro episódio de uma série. Ficou bem cansativo.

Além disso, os atores parecem desconfortáveis em seus papéis. Não existe química entre Jeanine e Nathan, o que torna o casal Max e Liz pouco convincente. E, sem dar spoilers, devo dizer que o casal Michael e Maria não faz mais parte da nova versão do seriado…

Fãs da CW que não conhecem a série original podem acabar se interessando pelo show, que tem bastante ação e segue a mesma linha das outras séries do canal. Entretanto, como alguém que conhece o original, devo recomendar: seu tempo será muito mais bem empregado assistindo as três temporadas da série de 1999 do que a versão atual!
Agora, é aguardar para ver se “Roswell, New Mexico” vai melhorar nos próximos episódios!

A nova versão de “Roswell” ainda não tem data de estreia definida no Brasil, mas já pode ser encontrada online.

4 comentários sobre ““Roswell x Roswell, New Mexico”: A Original x o Reboot

  1. Bom dia Mônica. Quando fiquei sabendo do reboot de Roswell, já fique com o pé atrás… porém resolvi dar uma e que decepção!
    A CW mais uma vez dá um tiro no pé e consegue estragar algo que era sensacional! Como você mesmo disse, vou gastar meu tempo revendo Roswell! Episódios como adeus a normalidade mexem comigo até hoje.

  2. Acabei de baixar as três temporadas dessa série icônica de 1999. Também tentei assistir a nova versão, mas não cheguei nem ao final do primeiro capítulo. Na primeira série, tudo é marcante. Elenco, música, abertura. Concordo com sua crítica.

  3. Eu não cheguei a assistir a ORIGINAL, mas a serie é super confusa, fico muito bagunçado, tipo não quero ser chata mas o casal principal não me agrado, gostei do personagem Alex, mas serio se era pra ter um romance com o Michael que tivesse até o final, não me entenrecei pela personagem DeLuca, desculpa, mas fico como coadjuvante e pra mim parece que ela era amiga da Rosa e da Liz. Em fim, diz que a serie foi renovada para segunda temporada, espero que os atores tenham mais química e que dessa vez o roteiro faça mais sentido para mim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *