SAG Awards: Premiação é marcada por discursos políticos

Eu acompanho pela TV as três grandes cerimônias de premiações do cinema em Hollywood, que começa no Golden Globes, passa pelo SAG Awards (prêmio concedido pelo Sindicato dos Atores em Los Angeles) e culmina no Oscar, há praticamente 30 anos. Mas uma coisa é certa, na Era Trump, os discursos dos vencedores nunca foi tão significativo.

The 23rd Annual SAG Awards - Scene Setter

Em outros tempos, chegava a ficar cansativo assistir atores, atrizes, diretores, produtores e homenageados, agradecerem a família, aos amigos, aos companheiros de trabalho, aos estúdios, aos parceiros, era uma lista interminável de nomes que a grande maioria dos espectadores da festa desconheciam completamente.

Mas desde que Donald Trump foi eleito presidente dos EUA, especialmente nesta última semana que ele baniu o visto e a entrada de cidadãos de 7 países muçulmanos, inclusive portadores de residência nos EUA, entre outras medidas radicais tomadas por seu gabinete, algumas celebridades resolveram aproveitar os poucos minutos em que celebram o reconhecimento do seu talento, e falar sobre diversidade, lembrar ao mundo que podemos concordar em discordar, que os EUA no final das contas é um país construído por imigrantes e que independente da sua nacionalidade, raça ou religião, Hollywood está de portas abertas para as mentes criativas de qualquer país do mundo, inclusive o filme iraniano “O Apartamento” (um dos países cujos cidadãos estão banidos de entrar nos EUA nos próximos 90 dias) recebeu uma indicação ao Oscar 2017, na categoria filme estrangeiro.

Meryl Streep, que criticou o comportamento do atual presidente em relação a um jornalista portador de deficiência física, em seu discurso no Golden Globes, deu o pontapé inicial na revolução dos discursos, que no domingo (29) no SAG Awards ganhou mais força quando Mahershala Ali, vencedor do prêmio na categoria melhor ator coadjuvante, por sua performance em “Moonlight”, compartilhou com todos que ele é muçulmano e sua mãe é cristã e pastora, e que ela não surtou quando ele contou de sua conversão religiosa ha 17 anos atrás, pelo contrário, hoje o ator diz que ele e a mãe, independente da religião que seguem, estão mais próximos do que nunca e se amam ainda mais.

moonlight

Discurso Meryl Legendado

 

A celebrada série “Stranger Things” não só levou o Sag Awards na categoria melhor elenco de seriado/drama, como o ator David Harbour levou o prêmio do discurso mais entusiasmado.

strangers things

Vale a pena conferir legendado:

 

Um Limite Entre Nos

O Sag Awards é um grande indicador do Oscar, já que a maioria avassaladora dos seus membros, também são membros da Academia. O Sindicato dos Atores premiou no último domingo, Denzel Washington e Viola Davis, nas categorias melhor ator e atriz coadjuvante, pela sua atuação como o casal do filme “Um Limite Entre Nós”. Emma Stone levou pra casa a estatueta pela sua performance em “LA LA LAND”, o que de acordo com os críticos de cinema aumenta e muito as suas chances de ganhar o Oscar no final de fevereiro.

Emma Stone

A maior surpresa da noite foi o filme que levou o prêmio de melhor elenco, “Estrelas Além Do Tempo”, baseado em fatos reais, conta a história de Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe), três funcionárias negras da Nasa, grandes amigas que, além de provar sua competência dia após dia, precisam lidar com o preconceito arraigado para que consigam ascender na hierarquia da instituição.

Como disse em seu discurso, Taraji P. Henson, apesar de todas as dificuldades, essas três mulheres não viveram a sua jornada focadas em reclamação, mas em solução. Elas, que durante anos foram esquecidas, hoje entraram de uma vez por todas para a história dos EUA, como as grandes responsáveis por contribuir com as primeiras viagens do homem ao espaço.

Estrelas Alem do Tempo

E no embalo de discursos que destacam os assuntos importantes da atualidade, que me perdoe o atual presidente, que foi eleito com a promessa de fazer a “America ser Ótima Novamente” ao invés de banir a entrada de estrangeiros com o argumento de proteger o país, deveria focar também em proteger a população negra que continua sofrendo as consequências do preconceito racial dentro do próprio país.

22nd Annual Screen Actors Guild Awards Nominations, Los Angeles, America - 09 Dec 2015

Mas enquanto alguns focam em semear a discórdia, outros aproveitam a visibilidade que têm na mídia para semear a união e e nesta categoria que o Hollywood é Aqui se encaixa. Por mais discursos inspiradores nesta interessante temporada de premiações!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *