Terrorismo e guerra são destaques no Festival Internacional de Cinema de Toronto

Por: Claudia Ciuffo

Tive a oportunidade de assistir a dois filmes baseados em livros onde vítimas de terrorismo e da guerra compartilharam com o mundo sua experiência, essa semana no Festival Internacional de Cinema de Toronto.

“The First Man Who Killed My Father” foi dirigido por Angelina Jolie e é uma adaptação do livro “First They Killed My Father: A Daughter of Cambodia Remembers”, que conta a história de sobrevivência de Loung Ung durante regime do Khmer Vermelho, no Camboja. Um período que durou quatro anos e culminou na morte de dois milhões de pessoas. Loung era criança quando o regime começou e sua família perdeu tudo que tinha e teve que sair da capital e ir para o campo. Eventualmente, a família foi separada e ela acabou sendo treinada como soldada mirim em um campo para órfãos, enquanto seus seis irmãos foram enviados a campos de trabalhos forçados. Fonte: http://www.adorocinema.com/filmes/filme-239708/

O que muitos não sabem é que foram os EUA que bombardearam o Camboja, vizinho do então inimigo Vietnã, nos anos 70. Sendo que o Camboja sempre foi um país que não representava nenhuma ameaça concreta ao império americano. Ainda assim, eles sofreram ataques do exército norte-americano que destruiu o país, matando mais da metade da sua população. Este filme, já disponível na Netflix, e imperdível. Não só pelas brilhantes performances, só de atores asiáticos, sendo muitos deles não profissionais, mas como fonte de informação sobre a história deste lado do mundo, que é basicamente ignorada nos livros de história do lado Ocidental.

Jolie fez um excelente trabalho na direção que está impecável. E as atuações nos impressionam e emocionam tanto quanto a história em si. Assistam, divulguem, pensem sobre o assunto, e se inspirem com a resiliência de Loung, sua família e o povo do Camboja.

Trailer:

 

 

O segundo filme que assisti, “O Que Te Faz Mais Forte”, foi baseado no livro de memórias de Jeff Bauman, que perdeu duas pernas no atentado na maratona de Boston, nos EUA, em 2013.

Protagonizado por Jake Gyllenhaal e minha favorita Tatiana Maslany, “O que te faz mais for Forte” mostra a trajetória de Jeff pós o pesadelo que viveu. Jake e Tatiana, assim como todo o elenco, dão um show de atuação, sem dúvidas. O filme tem estreia prevista para o dia 9 de novembro nos cinemas do Brasil. E também aborda a resiliência do jovem que, vítima de um ato terrorista, teve que recomeçar a sua vida.

Terrorismo é inadmissível em qualquer parte do mundo. Não há nenhuma razão que jamais justifique este tipo de atitude. Mas o interessante de ver esses dois seguidamente é que o responsável pelas bombas no Camboja foi os EUA, vítima do atentado em Boston. Jeff e Loung têm muito em comum, sendo que Loung além de ter perdido metade da sua família, viu seu país arruinado por uma guerra sem fundamento.

O atentado em Boston foi comentado extensamente em todos os veículos de mídia e redes sociais, como deve ser, mas me faz pensar. Por que comentamos e nos compadecemos com o que acontece nos EUA e nos grandes centros e não pensamos no que está acontecendo na Síria todos os dias, ou no Afeganistão, com pessoas tão inocentes quanto Jeff Bauman e todos os atingidos pelo atentado de Boston? Acho que precisamos pensar mais sobre o que não está em cartaz na TV e no Facebook diariamente, mas que é tão grave como qualquer ato terrorista que atinja qualquer outra região do planeta.

Fica a dica!

Trailer legendado

 

 

Jennifer Lawrence e Emma Stone brilham no Festival Internacional de Cinema em Toronto e Hollywood é Aqui estava lá para conferir:

https://www.hollywoodeaqui.com/estrelas/emma-stone-e-jennifer-lawrence-brilham-no-festival-internacional-de-cinema-em-toronto/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *