GLAAD Awards: comunidade LGBTQ reconhecida em premiação em NY

O GLAAD é a maior organização não-governamental de defesa da comunidade LGBTQ do mundo, e todos os anos ela promove o Glaad Awards em Los Angeles e Nova York, prêmio que presta homenagem a filmes, séries, atores e personalidades, veículos de mídia por suas representações justas, precisas e inclusivas da comunidade LGBT e os problemas que afetam suas vidas.

Nós tivemos a honra de cobrir o anúncio dos indicados ao Glaad Awards em 2018, durante o Sundance Film Festival, em janeiro.

https://www.hollywoodeaqui.com/circulando/glaad-awards-reconhecimento-da-comunidade-lgbt-na-midia/

E mais épico ainda, fomos convidados para assistir a entrega dos prêmios que aconteceu no último sábado, dia 5 de maio, em Nova York. A nossa representante e amiga Nancy Silva, curtiu cada segundo do evento que homenageou, entre outras estrelas, a diretora, roteirista, produtora Ava DuVernay e a atriz, de “The Handmaid’s Tale, Samira Wiley. Nancy também encontrou com a querida Lea Michele no tapete vermelho e aproveitou cada segundo da festa que aconteceu depois da cerimônia no Hotel Hilton em Manhattan.

Confiram os melhores momentos desta noite inesquecível:

Na cerimônia, Ava DuVernay recebeu o prêmio “Excelência em Mídia” do GLAAD, que é apresentado a profissionais da indústria do entretenimento que fizeram uma diferença significativa na promoção da aceitação de pessoas LGBTQ.

Durante seu discurso, DuVernay declarou: “as pessoas me perguntam muito sobre ser ativista e artista. Para mim, é uma coisa. Para ser um ativista, é preciso ser altamente criativo. É preciso muita imaginação para imaginar um mundo melhor, que não existe ainda, mas queremos construir. Essa é a mesma definição de arte para mim. Quando eu olho para os muitos guerreiros que têm que aplicar essa arte, e essa imaginação em suas próprias vidas, como as pessoas da comunidade LGBTQ, para apenas sobreviver neste país, eu fico em sensibilizada. E me sinto honrada em poder compartilhar algumas dessas histórias nos filmes e nas series de TV que eu faço”.

Discurso AVA DUVERNAY’S:

Também no evento, Alexis Bledel apresentou sua co-star Samira Wiley com o “Vito Russo Award”, que é apresentado a um profissional de entretenimento, membro da comunidade LGBTQ, que fez uma diferença significativa na promoção da aceitação da mesma. O prêmio tem o nome de Vito Russo, um dos fundadores do GLAAD e celebrou o ativista da ACT UP, que abriu as portas para que as indústrias de notícias e entretenimento incluíssem artistas e histórias LGBTQ.

Em seu discurso eletrizante, Wiley observou que faz 10 anos que ela se mudou para os EUA. Ela também mandou mensagem emocionante de apoio aos jovens da comunidade LGBTQ: “Você é amado. Você tem uma comunidade que está aqui para você. É dedicada a proteger você. E aceita quem você é, do jeito que você é, aqui e agora”.

Discurso SAMIRA WILEY:

A mãe de Jay-Z, Gloria Carter, aceitou o Prêmio de Reconhecimento Especial em nome de seu filho, pela música “Smile” do álbum 4:44.

Quando ela subiu ao pódio, Carter, que é gay, contou sua história e falou do amor e apoio que recebeu de sua família. Ela disse ainda: “o amor me deu a coragem de tomar o poder que eu permiti que outras pessoas tivessem sobre a minha vida por medo de revelarem o meu segredo.”

Melissa Etheridge e Adam Lambert apresentaram o prêmio de Melhor Filme – Grande Lançamento para “Me Chame Pelo Seu Nome”, entregue ao roteirista vencedor do Oscar James Ivory e ao produtor Peter Spears.

Em seu discurso, Spears compartilhou a importância da visibilidade LGBTQ e do trabalho do GLAAD: “nestes tempos difíceis, eu continuo pensando nos conselhos que um amigo me deu, algo que todo mundo que está aqui nesta sala tem em comum – todos os dias, compartilhe suas histórias, seja quem você, ame quem você quiser, lute pelo o que você acredita. Não seja silenciado por nada, nem ninguém. Recuse-se a ser apagado. Você importa. Nós importamos. Agora mais do que nunca”.

Conheça os vencedores nas categorias de cinema e TV:

MELHOR FILME
Me Chame Pelo Seu Nome

MELHOR FILME – LANÇAMENTO LIMITADO
Uma Mulher Fantástica

MELHOR SÉRIE DE COMÉDIA
Brooklyn Nine-Nine

MELHOR SÉRIE DE DRAMA
This Is Us

MELHOR EPISÓDIO (NUMA SÉRIE QUE NÃO TEM UM PERSONAGEM LGBT NO ELENCO REGULAR)
“Thanksgiving” – Master of None

MELHOR TELEFILME OU MINISSÉRIE
When We Rise

MELHOR PROFRAMA INFANTIL
Andi Mack

MELHOR SÉRIE EM ESPANHOL
As Telefonistas

MELHOR DOCUMENTÁRIO
Gender Revolution: A Journey with Katie Couric

MENÇÃO HONROSA
In a Hearbeat

Fonte: http://www.adorocinema.com/noticias/filmes/noticia-139928/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *