Vamos nos despedir de The Vampires Diaries

Por: Luan Menezes

Mystic Falls todas as minhas melhores amizades nasceram aqui! E, infelizmente, chegou a hora de dizer adeus a uma das séries que mais contribuiu para a criação de uma família viciada em seriados! Como já sabem a série que me apresentou a Claudinha foi “The Vampire Diaries” e a que nos uniu nessa coluna também foi ela. Primeiramente, obrigado TVD por ter me dado pessoas incríveis como essa família incrível que como o HEA e o VSA são!

Essa matéria foi escrita antes de eu assistir a finale então não se preocupe com o que irá ler, não contém nenhum spoiler sobre esse último episódio.

Nessas oito temporadas, acompanhamos a história de alguns personagens mais incríveis e que dificilmente iremos encontrar por aí… Antes da finale, teremos uma retrospectiva bacana do show durante todo esses 8 anos… O que me faz pensar: sobre o que foi “The Vampires Diaries”?

Realmente foi sobre as Petrovas? É notável todo o trabalho de Nina Dobrev e de toda equipe de TVD de trazer com perfeição todas as cópias. É impossível não querer o retorno de Katherine, afinal será um fim épico, começamos com ela sendo a vilã e olha só quem está comandando o inferno afinal???

Porém TVD também foi sobre Bonnie e todo seu legado. Desde o inicio as bruxas dominavam e sempre estavam no controle da situação e, atualmente, é algo que eu penso quando estou olhando para Bonnie que, mesmo sem magia, é chave e a resposta para muitas coisas. Porém o destino das bruxas que se envolviam com os vampiros sempre acabava em tragédia e sofrimento em meio a tudo que aconteceu com ela. Observamos o quão poderosa ela se tornou não pelos seus poderes mas sim pela sua capacidade de enxergar o melhor das pessoas.

TVD também foi sobre Caroline e Matt, os dois humanos que nunca tiveram nada a ver com nenhuma história da cidade e do nada uma se torna a vampira mais controlada de todas e o outro decide negar tudo aquilo que vem do sobrenatural e decide usar suas próprias mãos e sua coragem para proteger aquele lugar que ele costumava chamar de casa. Caroline sempre foi uma das minhas preferidas, a forma como ela lidou e lida com todas as situações é impressionante, acompanhamos ela se tornar mulher e mãe e a sua transformação foi de repente e deixou boas lembranças espalhadas naquela cidade!

Acho que compartilhamos grandes amigos durante todo esse tempo, não é? Tia Jenna, Lexie, Klaus, Elijah, Tyler, Alaric(que não morreu assim espero), Jeremy, Vicki, Mason, Rebekah entre outros que deixaram muitas saudades quando tiveram que partir para que pudéssemos chegar ao final de um momento único na vida dos Salvatore.

Afinal TVD foi sobre o triângulo amoroso? Sim. Amamos esse triângulo? SIM. E no final, quem merece quem? Teremos Delena? Stelena? Muitas perguntas serão respondidas e muitas outras deixarão aquela sementinha da dúvida, como Julie Plec mesmo já declarou. A história dos irmãos Salvatore ficará na vida de cada um de nós, e sem dúvidas foi uma das mais emocionantes que para mim está tendo um final digno e no momento certo… Deixo para o final o depoimento de duas pessoas que vieram para minha vida após TVD, juntamente com elas compartilhei momentos incríveis.

“Dear Diary, TVD chega ao fim, e com isso vêm à mente várias coisas maravilhosas que esta série me proporcionou. Ela não só me fez surtar várias e várias vez como também me deu amigos, que quero levar pra toda vida. Digo amigos, porque através dela conheci pessoas do Brasil inteiro e até de outros países, pois acredite, nós assistíamos aos episódios ao vivo e comentávamos em tempo real via Facebook. Através dela, eu conheci um cara extraordinário pessoalmente, o nome dele? – Ian Joseph Somerhalder. Que ser humano incrível!! Toda despedida é triste, mas acho que a série cumpriu o seu papel, pra mim ficará somente as saudades desta série maravilhosa, deste cast maravilhoso, das lembranças dos chats do Facebook e daquele Ian Joseph Somerhalder, que conheci em uma “aventura” na convenção do Rio de Janeiro. Valeu TVD!”
Jess Lopes – São Paulo

“Querido Diário, hoje vai ser diferente. Tem que ser. Vou sorrir e serei acreditável. Sorrir e dizer, “Estou bem, obrigada”. Sim, me sinto muito melhor. Não serei mais a garotinha que perdeu os pais. Começarei de novo, serei alguém diferente. É o único jeito de conseguir seguir em frente.” O que falar dessa série que conheço há anos e não queria que acabasse? Falar sobre o fim de tvd é bem difícil e sofrido pra todos os fãs, mas todos nós reconhecemos: tem que acabar. Passamos por uma primeira temporada cheia de emoções, onde fomos apresentados ao trio mais amado do mundo de seriados: Elena, Damon e Stefan, nem preciso falar que esse amor só foi aumentando ao longo do tempo, certo? Também conhecemos uma da vilãs mais amadas do público, nossa bitch preferida: Katherine. Fomos apresentados também a família Mikaelson, ao espetacular e sádico Klaus e ao encantador e perigoso Elijah, passando pela doce, frustrada e perigosa Rebekah. Torcemos pela Bonnie, Matt, Jeremy e Caroline. Sofremos junto com o Stefan quando a Lexi, sua melhor amiga morreu. E quantas mortes, não? Alaric (todas suas mortes hehe), Tia Jenna, e Katherine (será que ela morreu?). Surtamos quando Damon finalmente aceitou e assumiu que amava Elena, mas sofremos também quando ela queimou a sua casa com vários “i can’t, i can’t, i can’t”. Tantas memórias, tantas amizades feitas por conta de TVD, tantos surtos, suspiros e choros, tanta coisa! Uma hora a série realmente precisava acabar, mas isso não significa que estamos preparados para dar adeus.”
Bruna Macedo – São Paulo

Para sempre em nossos corações e em nossas maratonas porque todo diário deve ser guardado para ser lido algum dia…

XOXO
@lmennezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *