“Poderia Me Perdoar?” estreia no Brasil – Veja nosso encontro com Melissa McCarthy

Atenção fãs de um bom drama, vocês já têm um programão nesta quinta-feira, dia 7 de fevereiro, quando o filme “Poderia Me Perdoar?”, que rendeu à Melissa McCarthy e a Richard Grant uma indicação ao Oscar na categoria melhor atriz e melhor ator coadjuvante, respectivamente, estreia nos cinemas pelo Brasil afora.

Eu assisti ao filme duas vezes, uma em NY, logo que estreou, e numa sessão privada em LA, que contou com a presença da própria Melissa, que eu confesso chamar de Sookie até hoje, pois não consigo desapegar de seu maravilhoso e divertido personagem em “Gilmore Girls”. Melissa, realmente, deu um show de interpretação, como Lee Israel, a jornalista que, passando por problemas financeiros, decide forjar e vender cartas de personalidades já falecidas, um negócio criminoso que dá muito certo. Até quando as primeiras suspeitas começam, e para não parar de lucrar, ela modifica o esquema e passa a roubar os textos originais de arquivos e bibliotecas.

 

 

“Poderia Me Perdoar?” é baseado em uma história real e, apesar de ter arrancado lágrimas dos meus olhos e emocionado muito meu coração, também me fez dar boas risadas, especialmente das situações, por vezes inusitadas, que Lee e Jack (Richard Grant, que também está brilhante no filme) passam juntos em Nova York. O café Neil e o bar Julius, pontos de encontro de Lee e Jack, são mais que locações, são praticamente personagens no filme. Como eu não resisto, visitei os locais que foram de fato frequentados por eles e têm um papel importante em sua amizade, eu fui conferir tanto o café, onde comi uma deliciosa torta de maçã, como o bar, onde tomei vários chopes com minha amiga Mari, cercada de gente feliz da comunidade LGBTQ. Foi ainda mais épico ir a esses lugares após assistir ao filme e ver a relevância que tiveram na vida real dos personagens. Por isso, já indico para anotarem na agenda e conferirem quando forem visitar NY.

 

 

Mas confesso que o que mais me marcou em relação a “Poderia Me Perdoar?” é que é um filme sobre a vida desta mulher que, ao se encontrar numa situação difícil, deu seu jeito para sobreviver, feito por mulheres poderosas que tive o prazer de conhecer no evento The Contenders em dezembro. A maior parte da equipe pros trás das câmeras, incluindo a diretora, editora e produtoras é formada por mulheres, coisa rara em filmes aclamados em Hollywood. Elas foram à apresentação promovida pelo site Deadline, não deixem de dar uma olhada:

 

http://www.hollywoodeaqui.com/the-contenders-evento-reune-elenco-produtores-e-diretores-de-grandes-producoes-do-cinema-em-ny/

Isso, claro, sem contar com a própria Melissa que, na verdade, substituiu Julianne Moore que, inicialmente, faria o papel de Lee e, por diferenças criativas com a Fox, deixou o projeto, que foi abraçado de corpo e alma por McCarthy. A atriz, aclamada por sua atuação em comédia, aceitou o desafio e transformou a sua carreira, mostrando ao mundo que também é uma talentosa atriz dramática. Como a própria Melissa disse ao apresentar “Poderia Me Perdoar” na sessão em que eu estava: “foi uma honra interpretar a Lee e eu espero que este filme inspire o público, assim como me inspirou”. E posso afirmar que você sai do cinema mexido e, provavelmente, querendo rever um velho amigo, aquele que você perdeu o contato, ou até se afastou por motivos que nem lembra mais, mas que teve um papel fundamental nos períodos difíceis e até nos gloriosos da sua caminhada!

Para maiores informações sobre o Julius Bar e a Neil Coffee Shop:

http://www.juliusbarny.com/

 

https://www.neilscoffeeshop.com/

 

 

Data de lançamento: 7 de fevereiro de 2019 (1h47min)
Direção: Marielle Heller
Elenco: Melissa McCarthy, Richard E. Grant, Dolly Wells mais
Gêneros: Drama, Comédia, Biografia
Nacionalidade: EUA

Recomendado para você

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *