Salem: Vem aí a terceira temporada

Por: Luan Menezes e Claudia Ciuffo

A coluna ‘Só Seriados’ entra no clima de Halloween e traz para esta semana uma super entrevista com o elenco e o roteirista de uma das séries mais incríveis que eu assisto… Abre espaço na grade que a terceira temporada de “Salem” tá chegando!

salem-2

Pra quem ainda não conhece, a série é ambientada no século XVII e acompanha a história de John, que retorna da guerra após 7 anos e descobre que as bruxas estão mais presentes em Salem e para sua surpresa Mary seu amor do passado é uma das mais poderosas.

Durante duas temporadas, acompanhamos o crescimento dessas bruxas e do que elas são capazes para conquistar seus ideais. Além disso, como todo seriado o drama presente em cada um dos personagens, é de tirar o fôlego e arrancar suspiros por muitas das vezes.

salem-5

No final da segunda temporada elas literalmente trouxeram o inferno para a terra a fim de conquistar ainda mais poder sobre a humanidade. O que eu particularmente não acredito que vá dar muito certo não é mesmo? Pois seriadores como eu sabem que o mal não pode ser controlado.

A terceira temporada de “Salem” estreia no dia 02 de novembro pelo canal WGN América, nos Estados Unidos, e a nossa querida tia Claudinha bateu um papo bacana com o elenco, você pode conferir abaixo algumas novidades sobre a nova temporada e um pouquinho sobre algumas das estrelas desse show como Janet Ruth Montgomery, Shane West, Brannon Braga, Seth Gabel, Elise Eberle e o criador/Roteirista Adam Simon. Cconfere aí!

salem-4

Janet Ruth Montgomery (JRM)
Shane West (SW)

HEA: Como a Mary está?
JRM: Mary está passando por uma fase difícil, e eu achei que ia melhorar nessa temporada, mas não. Morrer não é uma tortura, ela tem que ser ressuscitada é forçada a fazer as coisas. Foi interessante ela estar casada no começo da primeira temporada e aquela luz que quase se apagou, John reascendeu nela, e ainda com o retorno do filho. O arco desta personagem foi muito interessante.

Mas agora que o filho voltou, eles se reencontrarão nesta temporada?
SW: É uma temporada inteira… há possibilidade….
JRM: A gente não sabe muito o que vai acontecer se haverá um final feliz para os dois ou não, ou se eles vão pelo menos tentar. A série vai para um lado bem escuro nesta temporada, então não sei se vai ter um final feliz.

SW: Na verdade, o público não quer ver isso de cara. É um processo lento. Mas a cada episódio eles vão se aproximando.
JRM: O que eu gosto muito nessa temporada é a relação de Mary e do John que, mesmo se defendendo do mal, estão tentando dar a volta por cima, existe uma relação de verdade ali. Agora ficou melhor ainda pra gente, como atores, pois nos conhecemos melhor nossos personagens. Então ficou ainda mais fácil interpretá-los.

salem-1

O conflito entre eles “você e uma bruxa” e “eu quero te matar” esta totalmente resolvido?
SW: Eu acho que isso e uma das partes divertidas que nunca estará completamente resolvida, mas o John está lidando um pouco melhor com isso esse ano, sim. Não é mais o caçador que era no começo, ele está tentando lidar um pouco melhor com os seus sentimentos.
JRM: Eu acho que é como descobrir um viciante segredo, e em seguida saber que todos os seus vizinhos também são, que há bruxas em todos os lugares.
SW: Eu acho que ele mudou um pouco, o bom de fazer televisão, e que temos a chance de desenvolver os personagens durante vários episódios, temos mais tempo. E John tem mudado ao longo das temporadas.

Agora que vocês estão na terceira temporada ficou mais fácil fazer as cenas difíceis juntos?
SW: Acho que sim, pois nos sentimos mais confortáveis, confiamos uns nos outros, e isso facilita o trabalho, em todos os momentos.

salem-1

Brannon Braga (B)
Seth Gabel (S)

Há quanto tempo essa reviravolta na história está sendo trabalhada em relação à mãe verdadeira dele?
B: Isso foi algo que nos conversamos desde o começo da segunda temporada, debatemos se os fãs iriam aceitar, não queríamos parecer arbitrários, quando nos decidimos, de fato funcionou e está sendo uma grande reviravolta para o personagem dela, descobrindo ser bruxa com o marido amado.
S: Esse foi o começo da crise de identidade dela, se recusando a fazer o mal, e quando ela descobriu quem era, deu liberdade a ela para se tornar outra coisa.
B: E ela incorpora de fato este lado da personalidade dela, e uma grande parte dessa temporada.
S: O casamento deles é uma grande parte dessa temporada. Vocês estão vendo cenas de um casamento dos infernos. A personagem incorpora o jeito do “inferno” com boas intenções.

A data de estreia da serie foi alterada, certo?! Por que?
B: Sim, eles mudaram a estreia de abril para a semana do Halloween, pode ou não pode ter haver com o fato que estávamos no mesmo dia de ‘Game of Thrones’. risos

salem6

Você pode nos dar uma previa dessa temporada?
B: O mal não vai cumprir as promessas feitas com todas as bruxas. Ele prometeu liberdade quando de fato tudo o que ele quis foi se vingar de Deus e essa vingança vai implicar na humanidade. As bruxas estão pensando “ele mentiu, nós cometemos um erro”, mas a única pessoa que pode impedi-lo é a mãe dele, mas ela está morta. Esse é o começo da temporada. E todos os personagens acabam envolvidos nessa luta contra o mal.

Você pode falar um pouco da trajetória do seu personagem?
S: É como eu comecei, ele fica preso na própria mente, tentando fazer coisas, mas o que ele pensa, o corpo não responde. Ele está sob o controle dela, a manipulação dela, e para escapar dessa situação, ele tem que fazer muitas coisas com as quais não está acostumado a fazer e tem que fingir ser alguém que ele não é. Falando no casamento, ele entende que ela está fazendo tudo isso por medo da própria vida e por necessidade, ele ainda ama ela, e quer fazer o casamento dar certo.

Francis tem sido o saco de pancadas desde o começo, alguma coisa vai mudar para melhor?
B: Sim, desde o começo, mas agora ela vai estar em outra posição mais favorável. Ela vai encontrar poder em ser viúva. Tem um romance estranho pra ela esse ano.

Você pode falar da logística de se ter um animal vivo no set?
S: Tem que ter cuidado com o animal se aproximando de você, e você fica meio assustado. Depois que ele sai, vem o animal de mentira de tamanhos diferentes, um inteiro, um pela metade, e outro que e só o rabo, saindo da sua boca. E estranho.

Com o passar do tempo, e se conhecendo melhor, fica mais divertido ou não fazer essas cenas juntos?
B: Essa é uma boa pergunta. Nós amamos os atores, mas podem ter momentos difíceis.
S: Sempre tem as cenas técnicas “ah, isso vai ser desconfortável para aquele ator”.
B: Especialmente para o ator mais novo, e tem que se ter cuidado com o que se pede a ele que tem 11 anos. Há cenas que precisam ser cuidadosas.

salem7

 

Elise Eberle (E)
Adam Simon – criador/ Roteirista (AS)

De onde você tira esta energia para fazer as suas cenas nesta série, pois parece exaustivo para nós quando assistimos?
E: Risos! É exaustivo sim, tem roxos, batidas. É difícil, mas eu adoro a parte física da personagem, você aprende com ela, com os movimentos. E adoro fazer essas cenas, e eles me dão mais cenas assim, adoro riscos.
AS: Eu adoro ver ela, no teste para o papel, Elisa parecia uma contorcionista e era um papel pequeno e ela chegou com tudo, cheia de emoções. Não tínhamos planos para estender a trajetória desses dois personagens. Um deles, inclusive, morria logo após o piloto. Mas por conta da Elise nos desenvolvemos esse personagem e todos nos amamos ela agora. Ela começou a série possuída, e agora ela se auto possui, traz muitas consequências e muito interessante. E agora, o personagem que começou a série, ele se torna a consciência de Salem. Nós escrevemos uma história ha mais de um ano, e agora ela veio à tona na série. Esse é um show sobre o nascimento do mal na América, que significa que Salem sempre foi do lado negro da América, que aqui é um lugar de grande esperança e de grande perigo, de grandes ideais que acabam indo pro lado oposto. Um país dedicado à liberdade, mas que se autocontradiz o tempo todo. A série sempre foi uma fantasia a respeito disso.

salem-3

Parece que esta no DNA da Francis não desistir?
E: Isso é muito verdade, ela sabe que não pode morrer, você imagina que ela morreria queimada viva, mas de alguma forma sobrevive, ela tem muita força. É admirável interpretar esse papel. É a mais bizarra historia de amor que eu já vi. Só em Salem mesmo.

Eles te pediram pra raspar a cabeça para a personagem?
E: Dois meses antes da série, eu disse ao meu empresário que queria raspar a cabeça, tinha esse cabelo comprido e estava cansada. E quando surgiu esse personagem, foi a oportunidade certa. Demais.

bio_luan_menezes_2015

Recomendado para você

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *