SXSW19: Festival traz panorama de diversas áreas culturais e inovações tecnológicas

Ano passado, cobri, pela primeira vez, o South by Southwest (SXSW) em Austin, Texas. O festival que acontece, anualmente, no mês de março, celebra música, cinema, seriados e apresenta os lançamentos e as tendências do mundo digital, como, por exemplo, o Twitter, que foi apresentado ao mundo no SXSW. Tem se tornado cada vez mais popular entre os brasileiros, que invadem a capital do Texas nessa época do ano. É, também, meu evento favorito, não só pela estreia mundial de filmes e séries de TV marcantes, intrigantes e interessantes, mas, também, por nos dar a chance de participar de conferências e eventos com as feras do mundo do entretenimento e da era digital.

Isso sem contar com as festas, super bem produzidas e regadas a bebidinhas e aperitivos, patrocinadas por grandes marcas e pelas emissoras de TV, como The CW, cujo tema do evento, “Eu ouso desafiar”, já me inspirou para a comemoração do meu aniversário, assim como a sua decoração e os mimos que ganhamos na primeira noite do SXSW. A festa aconteceu, com exclusividade, para os participantes do festival, em um dos bares mais badalados, na rua mais animada da cidade. Austin é conhecida pela sua divertida vida noturna e pelos bares de música ao vivo, onde você vai ouvir de country a rock’n roll.

 

Se já vale a pena visitar a cidade em qualquer época do ano, durante o SXSW é ainda mais bacana, já que grandes empresas montam suas casas no centro da cidade para promoverem as suas marcas, ao mesmo tempo que recebem o público com brindes, drinques, e até mesmo consultoria gratuita, como está rolando na casa da empresa LinkedIn, para quem está buscando novas oportunidades profissionais.

 

Agora devo confessar que uma das novidades tecnológicas que fez minha peruca voar está na casa da LG. É basicamente a Alexa, que ganhou um rosto e foi desenhada para ser a melhor amiga de seu dono (a). Por mais incrível que seja, eu confesso que falar com um robô, com ou sem rosto, me dá um certo nervoso. Mas, pelo visto, é para onde a humanidade caminha. Eu ainda prefiro meus amigos de carne e osso.


Mas não só empresas invadem a festa, vários países estão bem representados no SXSW, inclusive o nosso Brasil, com uma casa super charmosa, onde rolam palestras e workshops apresentando os projetos desenvolvidos na área de tecnologia, cultura e entretenimento no país para o mundo. Meu coração verde e amarelo morre de orgulho.

Por isso tudo, vale a pena cada segundo no SXSW, que disponibiliza vários tipos de passes que não são baratos, mas, se você é apaixonado por saber o que será sucesso no mundo em breve, vale a pena o investimento. Para vocês terem uma ideia, além do Twitter, a carreira das cantoras Amy Winehouse e Ellie Goulding, assim como de John Mayer, decolaram no festival, que até hoje lança bandas de grande sucesso.

O Hollywood é Aqui me deu a oportunidade de vir com a credencial de imprensa e tenho a honra de trabalhar no evento, enquanto me divirto sem custo. Eu me hospedo no hotel La Quinta, próximo ao Capitólio, no coração da cidade, para que possa ir caminhando para a maioria dos eventos. Afinal, essa é a melhor forma não só de explorar a Austin como curtir o festival que, apesar de caro, trata com carinho seus participantes. É o único evento que cubro que, todos os dias, nos dá a oportunidade de desfrutar um drinque e pipoca no lounge localizado do ladinho do centro de convenções, exclusivo para todos os participantes, com qualquer tipo de credencial. Além disso, é um dos festivais mais organizados que já estive, desde a retirada da credencial, passando pelas filas e, especialmente, na questão de priorizar a entrada dos participantes nos eventos que mais lhe interessam, ou seja, quem tem credencial de filme tem prioridade para as premières, assim como quem tem a credencial da música terá preferência na entrada em todos os shows. O que facilita a vida da gente, até mesmo para montarmos a nossa programação.

Como se isso tudo já não justificasse meu amor pelo SXSW. Meu coração já realizou meus sonhos de fã das séries “Orphan Black”, “Dawson’s Creek” e “The OC”. Conseguimos fazer uma entrevista exclusiva com Tatiana Maslany (a estrela de “Orphan Black”) no tapete vermelho de seu novo filme “Pink Wall”. Isso sem contar que pirei ao assistir a gravação do talk show de Busy Phillips, a Audrey de “Dawson’s Creek”, e quase morri de histerismo ao conhecer Olivia Wilde, a namorada de Marissa Cooper em “The OC”, na casa do Twitter. Prometo que vou contar todos os detalhes desses momentos épicos para vocês, nos posts, ao longo da semana.

Fiquem ligados e comecem já a fazer uma poupança porque eu garanto que o SXSW é inesquecível e vai trazer muitas novidades em primeira mão para a sua vida.

Saiba mais sobre o evento:

https://www.sxsw.com/

 

Recomendado para você

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *