Dicas preciosas para quem mora ou visita Los Angeles

Uma das muitas vantagens de ir a passeio, fazer um intercâmbio ou mesmo se mudar para o exterior é que você tem a chance de conhecer não só outras cidades, pontos turísticos, mas também os aspectos culturais de uma sociedade diferente da que você cresceu ou vive. Mesmo num pais ocidental como os EUA, que no geral tem um dia a dia semelhante ao nosso no Brasil, somos surpreendidos por detalhes que podem tornar a nossa viagem mais desafiadora ou mesmo confusa. Por isso, baseada na minha experiência de quase 8 anos como residente no país, vou compartilhar algumas dicas importantes que podem tornar a sua visita ou a sua adaptação em Los Angeles mais fácil e agradável.

As cidades dentro do Condado:

Muitos estrangeiros não sabem disso, mas Beverly Hills, West Hollywood, Santa Monica não são bairros de LA, mas na verdade são cidades independentes no Condado de Los Angeles. Isso não impacta muito o dia a dia de um turista ou mesmo de um morador. Na rotina corrida, a gente acaba esquecendo deste detalhe, e somos lembramos pelas placas que marcam os limites destas cidades. Muitas vezes de um lado da rua é Beverly Hills e do outro West Hollywood. Tudo depende do CEP e esta divisão facilita a arrecadação dos impostos.

Algumas diferenças entre as cidades é que por exemplo na cidade de Beverly Hills você não pode deixar o seu carro estacionado durante a noite na rua, já na cidade de Santa Monica é proibido fumar, mesmo na rua, e você vai notar as placas ditando as regras de cada uma delas. Todas, claro, têm uma lei em comum (por sinal é lei federal) é estritamente proibido consumir bebida alcoólica na rua nos EUA. Mas o que varia de uma cidade pra outra são os impostos que, diferente do Brasil, que ja são embutidos no preço final do produto, aqui eles vêm discriminados à parte na nota fiscal.

Em Santa Monica, o valor do imposto é 9.5% do total da compra e em Los Angeles é 9%, por exemplo, este valor vai variar de acordo com a cidade e o estado que você vai visitar. Em Los Angeles e Nova York pagamos os impostos mais altos do país.

Alimentos não têm impostos:

Na nota fiscal do supermercado Trader Joe’s você vai notar que eu paguei imposto em cima da garrafa de vinho que comprei (tem um T, de taxa, ao lado dos produtos que você paga imposto), mas não em cima do alimento.

Qualquer tipo de alimento que você compre em qualquer lugar não tem imposto.

Em cinco estados, você não paga imposto em NADA, são chamados sales tax free states. Sao eles: Alaska, Delaware, Montana, New Hampshire e Oregon.

A Gorjeta:

Como no Brasil, a gorjeta nos EUA não vem incluída da conta em restaurantes e bares (só vem incluída em grupos de mais de 6 pessoas, e isso depende do estabelecimento). A diferença é o valor, que varia de 18% a 25% do total da conta. Tem gente que acha que é muito, mas é bom saber que os garçons dividem a gorjeta com todos que trabalham no restaurante e que, além disso, eles ganham um salário mínimo, sem benefícios, ou seja, aqui o grosso da renda deles vem da gorjeta. A não ser que você seja realmente muito, mas muito mal atendido em um estabelecimento, o correto é sempre dar a gorjeta. Eu, geralmente, dou 20%, mas claro que fica a critério de cada um.

Se você pagar a conta no cartão de crédito, você vai receber um boleto semelhante ao da foto e tem duas opções: colocar o valor da gorjeta no campo TIP, somar com a conta e colocar o total (eles vão adicionar o valor ao seu cartão posteriormente, você verá no seu extrato. Eu sempre faço isso e nunca tive nenhum problema de cobrarem um valor errado.)

Ou você pode riscar o campo TIP, repetir o valor da sua conta, no campo total e deixar a gorjeta em dinheiro.

Já nos bares, quando compramos um drink no balcão, geralmente deixo de US$ 1 a US$ 2 de gorjeta por drink, isso dependendo do preço da bebida que eu pedi.

De qualquer maneira, gentileza gera gentileza e é sempre bom lembrar de recompensar bem aqueles que nos tratam e servem bem.

O Maior Achado:

Apesar de já morar nos EUA há anos, foi minha amiga Raquel Zambon que me chamou atenção para o espetáculo que é a loja de US$ 0.99 centavos. Na verdade é um hipermercado, você encontra de um tudo lá. Os produtos são de marcas ótimas, que você acha mais caro em qualquer outro supermercado. A maioria deles custam de fato este preço, e nos alimentos a gente não paga taxas.

Tem algumas lojas espalhas por LA, mas a minha predileta está em destaque abaixo. Se você vier a cidade, não deixe de ir lá fazer umas comprinhas. Você compra 10 produtos, por menos US$ 10, não é sensacional?

http://99only.com/store/west-la-pico/

E se você tiver mais alguma dúvida sobre qualquer aspecto do dia a dia da vida nos EUA, pergunte pra gente nos comentários deste post, vamos fazer o possível para tirar todas as suas dúvidas e facilitar seu passeio, seu intercâmbio ou a sua adaptação por aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *