Feliz dia para todas as mães guerreiras

Minha mãe foi diagnosticada com um tumor no crânio no dia do Oscar, domingo, 9 de fevereiro deste ano. No hospital, pediu ao meu pai para não me avisar aquela noite, pois eu estava em LA, curtindo a cerimônia com a galera. Ninguém melhor do que mamãe sempre soube da minha obsessão pela premiação e não quis estragar a minha alegria. Ela disse ao meu pai que me ligaria no dia seguinte para ela mesma me contar sobre o ocorrido, e assim fez.

Acho que esse episódio resume bem a mamãe. Ela sempre, a vida inteira, colocou o nosso bem-estar, nossa paz de espírito e a nossa felicidade em primeiro lugar. Assim como sempre respeitou os nossos sonhos, nossas escolhas e nossas prioridades, mesmo quando eram bem diferentes das suas.

Ela fez uma cirurgia para a retirada do tumor, que foi muito bem-sucedida e se recupera com seu espírito guerreiro, vencendo suas batalhas diariamente, como vem fazendo ao longo de seus 71 anos de trajetória.

Dona Gladys é uma daquelas pessoas com talento nato para a maternidade, que é muito mais raro e especial do que podemos imaginar. Meu irmão e eu fomos privilegiados por sermos abençoados por Deus com uma mãe dedicada, que nos educou, nos aplaudiu, nos criticou, mostrou a vida como ela é, sem frescuras, sempre nos incentivou, e deu força para enfrentarmos os momentos desafiadores, cumprirmos com as nossas obrigações e curtirmos os dias felizes.

Mamãe também nos mostrou que era tão prazeroso viajar o mundo, como receber os amigos em casa. Ela sempre cozinhou pra galera, com o mesmo prazer, que tinha ao saborear uma refeição em um badalado restaurante. Mamãe sempre deixou claro que o valor de um ser humano está na simplicidade, na humildade, no respeito ao próximo. Glamour, dinheiro, tudo isso é passageiro, ela foi o exemplo de como deveríamos valorizar sempre o Ser e jamais o Ter.

Há 8 anos eu não passo o Dia das Mães com a minha mãe, e logo esse ano que, por conta da pandemia, muitos de vocês, mesmo aqueles que moram pertinho, não vão poder comemorar juntinho com a sua mãe esse dia especial, eu tenho a oportunidade de celebrar a data com a minha mãe. Às vezes, a nossa jornada nos surpreende e faz a gente estar onde menos espera e quando menos espera. Em um momento tão difícil da história do mundo, eu recebo esse presente do destino e mais uma vez agradeço a minha mãe por ter me ensinado a ter sabedoria para lidar com as reviravoltas que a vida dá e seguir adiante enfrentando as dores, colecionando alegrias, percorrendo a jornada com fé!

Feliz Dia, mamãe.
Com muito amor,
Sua filha

Algumas palavras do poeta Mário Quintana, para todas as mães, aquelas que estão com os filhos, outras que estão perto, mas longe, e também aquelas que estão longe, mas perto. Para as mães cujos filhos são anjos, para os filhos cujas mães são estrelas. Para os pais, tias, avós, avôs, familiares e amigos que são mães de coração e alma.

Mãe

Mãe… São três letras apenas
As desse nome bendito;
Também o céu tem três letras
E nelas cabe o infinito.

Para louvar nossa mãe,
Todo o bem que se disser
Nunca há de ser tão grande
Como o bem que ela nos quer.

Palavra tão pequenina,
Bem sabem os lábios meus
Que és do tamanho do céu
E apenas menor que Deus!

Mário Quintana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *