San Diego Comic Con: Evento continua imbatível na área do entretenimento

Por: Claudia Ciuffo

Muitos amigos sonham em ir à San Diego Comic Con, que completou 50 anos esse ano. Eu tive o privilégio de ir ao evento pela primeira vez em 2011. Foi lá que o Tumblr do Hollywood é Aqui decolou e não só realizei meus sonhos de fã, como passei a viver uma nova fase profissional e pessoal depois da SDCC. A convenção foi um divisor de águas na minha trajetória e mudou a minha vida pra sempre.

Se na minha primeira edição da San Diego Comic Con as filas eram gigantescas, depois do advento do Instagram, e do grande boom das redes sociais e influencers no mundo inteiro, a organização do evento teve que fazer mudanças substanciais em sua infraestrutura. Uma delas foi em relação aos autógrafos, antes precisávamos dormir na fila para uma chance de ficarmos frente a frente com nossos ídolos. Agora, só por sorteio, realizado entre os milhões de frequentadores, antecipadamente, no site da SDCC. O mesmo acontece para quem quer comprar os produtos mais badalados, lançados com exclusividade no evento. Para que não congestione mais a área dos stands, o jeito é se inscrever e rezar para ser sorteado.

Para completar, a gaiola de imprensa do famoso Hall H, onde acontece os painéis mais esperados da Comic Con, agora tem restrição do número de jornalistas. Por motivos de segurança, lógico. O que nos leva a chegar cedinho pro primeiro painel do dia, como os fãs que acampam na fila, para garantir nosso lugar.

 

Em 2019, fui ao evento pelo nono ano consecutivo. Ao mesmo tempo que tenho saudades das minhas primeiras edições, como fã, que acordava 3 da manhã para garantir a entrada no Ballroom 20, para ver o painel de “The Vampire Diaries”, fico feliz em saber que mais gente tem acesso ao evento hoje em dia.

Para mim, esse ano foi ainda mais especial pois, graças à ajuda da nossa colaboradora Raquel Zambon, pude curtir um pouco as baladas da SDCC, já que Raquel me ajudou na cobertura de algumas salas de imprensa. Uma das minhas festas favoritas foi a do BuzzFeed, que celebrou a série “BatWoman”. Aproveitei o momento para festejar também a importância do evento na minha história e os 8 anos do tumblr do Hollywood é Aqui.

 

 

Talvez outras mudanças radicais sejam necessárias para que a SDCC continue a receber o público com segurança. Mas, o importante é que, a cada ano que passa, os organizadores capricham na produção, não só das atrações no centro de convenções de San Diego, como do lado de fora, entretendo gratuitamente mesmo aqueles que não têm a credencial da SDCC.

Em suma, a Comic Con não foi um divisor de águas só na minha vida, mas, ao longo das suas 5 décadas de existência, realizou muitos sonhos de fãs de quadrinhos, séries e filmes, dos mais diversos lugares do planeta. Deu a chance deles conhecerem seus ídolos, assistirem em primeira mão os trailers de seus filmes e seriados favoritos, se vestirem como os personagens que admiram e encontrarem pessoas com interesses em comum. Isso é democracia!

Para aqueles que ainda me perguntam se vale a pena ir à San Diego Comic Con! Respondo que mal posso esperar para a edição do evento em 2020, quando vou comemorar 10 anos de SDCC, no lugar onde um dos meus bens mais preciosos ganhou o mundo e onde fiz amigos pra vida inteira. Vale a pena, muito a pena! Vá com tudo. Nos vemos lá!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *