SDCC 2021: Netflix traz Fear Street e novidades incríveis em filmes!

Por: Raquel Zambon

Pelo segundo ano consecutivo, a San Diego Comic Con aconteceu de forma online.

Quem acompanhou o evento em 2020 sabe que a edição não foi a melhor possível e que obteve índices baixos de audiência. Entretanto, parece que a prática leva à perfeição: a SDCC 2021 trouxe uma programação bem mais interessante que a do último ano, com painéis dinâmicos e adequados ao mundo virtual.

Algumas das programações mais esperadas do evento eram as dos filmes da Netflix. Confira um pouco do que aconteceu no mundo #netflixgeeked da SDCC:

Fear Street (Rua do Medo)

“Fear Street” foi sucesso com o público brasileiro, que amou a pegada anos 90, os assassinatos sangrentos e as reviravoltas incríveis dos filmes.

O painel da trilogia na SDCC contou com a presença da diretora Leigh Janiak, do escritor R.L. Stine (que criou os livros da série Fear Street) e de Kiana Madeira, Olivia Scott Welch e Benjamin Flores Jr.

O escritor R.L. Stine disse que a parte mais incrível de levar suas histórias às telas “foi ver a reação das pessoas ao descobrirem que estes eram filmes Fear Street. Por anos, me perguntaram porque não havia filmes relacionados aos livros”, contou.

Claro que as mortes da trilogia tinham de ser foco do painel! Todos amam a cena da morte de Kate no cortador de pães do supermercado – Kiana disse que sente arrepios sempre que assiste! Olivia tem como morte preferida seu afogamento e Benjamin gosta da primeira morte do filme, no shopping. A diretora Leigh Janiak também ama a cena de abertura. Ela disse que, claramente, estava prestando uma homenagem ao filme Pânico quando a criou.

Mas, para esse timaço, “Fear Street” é mais que uma história de terror. Os filmes têm representatividade e abordam questões sociais importantes. Kiana Madeira, que interpreta Deena, afirmou: “No centro desta trilogia, tem uma história de amor entre duas mulheres e eu acho isso tão renovador. É o coração de toda esta jornada”.

Foi uma delícia acompanhar o painel, ver cenas dos erros de filmagem e conhecer melhor este super elenco. Se você ainda não assistiu a trilogia, corre para a Netflix agora!

The Last Mercenary

O novo filme de ação de Jean-Claude Van Damme estreia em 30 de julho e promete misturar grandes lutas com humor. Na produção, Van Damme interpreta um ex-agente do serviço secreto que retorna para a França para ajudar o filho, quando o mesmo é acusado falsamente de tráfico de drogas e armas. Lá, ele se envolverá em problemas com a máfia.

“Meu diretor pegou um diamante bruto e colocou os melhores ingredientes para fazer este filme incrível”, disse Van Damme sobre David Charhon.

Já o diretor afirmou que tinha Van Damme em mente para estrelar o filme desde o começo. “Nós o conhecemos como uma estrela de ação, mas tinha outras facetas dele que eu queria mostrar”, ressaltou David.

Van Damme brincou sobre os vários disfarces que tem de usar no filme: “David tirou vantagem de mim, mas de forma positiva. Ele queria me ver em diferentes facetas. Mas, mais do que isso, ele me deu uma boa história, com muito coração, e encontrou um elenco de pessoas excelentes”, afirmou, elogiando o diretor.

O painel mostrou a primeira cena de “The Last Mercenary” e o filme parece ideal para animar uma noite de sábado em casa!

Army of Thieves

“Army of the Dead: Invasão em Las Vegas” fez tanto sucesso que o criador Zack Snyder ganhou a oportunidade de contar o início de sua história.

Em “Army of Thieves”, Dieter (Matthias Schweighöfer) inicia uma aventura quando uma mulher misteriosa o convida para se juntar a um grupo de criminosos e tentar arrombar uma sequência de cofres pela Europa.

Zack e Deborah Snyder não imaginavam o quão grande “Army of the Dead” seria e ficaram empolgados por poder construir a nova história. Deborah afirmou que “Army of Thieves” se passa em um momento em que zumbis já existem, mas não é sobre zumbis. Para ela, são quase dois filmes de gêneros diferentes na mesma sequência.

Matthias Schweighöfer, que atua e dirige o filme, reforça o ponto de Deborah: “Ele começa com a história de Dieter e a história de invadir cofres, mas também é sobre amor, encontrar uma mulher incrível para passar sua vida, fazer amigos e ser estranho e especial”.

Mistura interessante, né? Ainda não há previsão de lançamento do filme, mas parece que vale a pena aguardar.

Se empolgou com todas as novidades da SDCC 2021? Pode esperar que, nos próximos dias, tem muito mais aqui no HEA!

 

Raquel Gonçalves Zambon:
É jornalista de Entretenimento e especialista em Comunicação Interna. Divide seu tempo livre entre o vício incurável por filmes, televisão, livros e as gatas Mia e Mel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *