The Fosters – Nova Série da ABC Family

DNA não faz família, o amor é quem faz

Por: Jessica Lopes – http://vsa-oficial.com

Confesso que tenho um pouco de trauma de adicionar séries da ABC Family na minha listinha, ainda mais depois do cancelamento de “Bunheads” e “The Lying Game”, que eram séries que amava. Mas depois de uma conversa rápida com a Claudinha, resolvi abrir uma exceção e dar mais uma chance para a emissora. E não é que ela me surpreendeu!!!

Junte um casal de lésbicas com um coração enorme, um filho do primeiro casamento de uma delas, gêmeos adotivos com uma mãe biológica problemática, uma ex-detenta e uma criança que mostra os primeiros indícios de se tornar gay. Agora misture isso com drama, amor, força e uma pitada de tapa na cara da sociedade… O resultado que você obterá chama-se “The Fosters”!

Com somente 10 episódios lançados, posso afirmar que esta é uma das séries mais emocionantes que já assisti. Ela trata assuntos como preconceito, homossexualismo, bullying, drogas (entre outros), de forma tão simples e de fácil compreensão, que foi impossível não me apaixonar pela série.

O amor altruísta que o casal Stef e Lena mostram por seus filhos adotivos e biológico é tão lindo e raro de se ver, que por vezes não consegui segurar o choro. As duas demonstram uma garra sem tamanho e lidam com os diversos problemas sem se abater e sem perder o respeito que têm uma pela outra.

Brandon, o filho biológico de Stef, é um rapaz extremamente amoroso. Ele aceita numa boa, a adoção das outras crianças, lida com um pai alcoólatra e ainda tem que tentar esconder seus sentimentos por Callie (sua irmã adotiva).

Falando em Callie, ela acaba de sair da uma penitenciária, onde foi acusada de detonar os bens de um dos pais adotivos. Descobrimos depois que o fato se deu por conta do cara ser abusivo e de ter agredido Jude, o irmão mais novo da garota. Ela também é uma menina fantástica, que faz de tudo pelo bem estar do irmão, chegando até a abrir mão de um romance com Brandon e a esconder um estupro, que sofreu em um dos lares adotivos.

Os gêmeos Jesus e Mariana foram agregados à família Foster ainda pequenos e  agora na fase da adolescência, conhecem sua mãe biológica Ana, uma mulher problemática e viciada em drogas. Eles tentam ajudá-la a se livrar do vício, mas até então não obtiveram um resultado positivo e se meteram em algumas enrascadas por conta disso.

Enfim! Só tenho elogios para “The Fosters”, é uma série que explora muito as dificuldades e sofrimentos que assolam as crianças do sistema de adoção, mas seu principal foco são os diversos tipos de “relacionamentos”. Aproveitem que ela está começando e assistam. Tenho certeza de que não irão se arrepender!

Beijos da Jess.


Não é de onde você vem, é onde você pertence…

Por: Luan Menezes – http://vsa-oficial.com

Primeiramente, muito obrigado Claudinha Ciuffo pelo convite, é um prazer e uma honra escrever para o HEA.

Como uma série tão simples consegue me ganhar só com a promo do primeiro episódio? É assim que me sinto quando falo sobre “The Fosters”.  Desenvolvida por Jennifer Lopez, a série se passa em San Diego e conta a história de uma família formada por duas mães Stef e Lena e seus três filhos, Brandon filho biológico de Stef com Mike seu ex-marido que trabalha ao lado dela no Departamento de Polícia de San Diego e os gêmeos Mariana e Jesus que foram adotados quando tinham cinco anos.

Lena é vice-diretora de uma escola muito renomada no estado e conhece Callie, uma garota problemática. Ela decide acolher a menina, levando-a para viver com sua já família. Logo no primeiro episódios a jovem preocupa-se unicamente em resgatar seu irmão de treze anos Jude que vive em um lar adotivo onde sofre maus tratos. Logo Lena e Stef decidem acolher provisoriamente Callie e Jude até que o assistente social consiga um lar permanente para eles dois.

Além de mostrar esse novo conceito de família, que para mim é muito perfeito assim como os outros, a série tem como ponto forte as incertezas, os problemas e as alegrias de quando se é adolescente. Nesses 10 primeiros episódios, “The Fosters” me mostrou que é possível fazer séries como se fazia na época de “The O.C.”. Não teve um episódio que não me senti emocionado.

Falando um pouco em geral (sem muitos spoilers, é claro!), o elenco não deixa nada a desejar, Maia Mitchel e todos os outros atores da série, as locações externas e trilha sonora, são PERFEITAS!! A série aborda bastante o preconceito (racial, social, religioso, entre outros). O que me deixou muito intrigado foi o personagem Jude (Hayden Byerly) que é um pouco mais especial que os outros porque ele possui gostos mais femininos, e a forma como foi sendo introduzido este assunto na série foi incrível não só pelo tema mas, também, pela delicadeza com que foi tratado.

“The Fosters” com certeza veio para durar algumas temporadas. Não me resta dúvidas de que quem começar a assistir não vai se arrepender, estou muito curioso porque o Summer Finale foi incrível. Eu poderia falar muito mais sobre a série só que acabaria com a graça e curiosidade de vocês. O que você está esperando para assistir? São só 10 episódio,  garanto que nem vai perceber de tão rápido que vai passar, por isso aproveite enquanto a nossa tão aguardada Fall Season ainda não começou e assista a este sucesso absoluto chamado “The Fosters”.

 

 

Um comentário sobre “The Fosters – Nova Série da ABC Family

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *