The Leftovers, The Americans e Younger no ATX Festival em Austin

Por: Claudia Ciuffo

Muitas vezes quando estou assistindo a um episódio da minha série favorita da temporada, “The Americans”, eu falo alto: quem foi o gênio que pensou este diálogo? Esta cena? Ou está desenvolvendo a jornada brilhante desses personagens? Sabendo no fundo a resposta, já que a série é escrita pelos incríveis produtores Joe Weisberg and Joel Fields, que tive o prazer de conhecer no ATX Festival, em Austin. O festival que celebra nossos seriados prediletos, também prestigia os seus criadores, produtores, escritores e diretores.

O bate-papo com Joe e Joel foi super divertido, ao contrário de Elizabeth e Phillip, os sérios espiões russos que protagonizam “The Americans”, seus criadores são hilários. Eles não deram nenhum spoiler sobre a sexta (e última) temporada que estreia no ano que vem, mas fizeram questão de destacar o talento de Keri Russell e Mathew Rhys, os protagonistas do show, que segundo eles também não poderiam ser mais diferentes dos seus personagens, como Joe disse: “A Keri é um amor, super engraçada, quem a conhece sabe o quão diferente ela é de Elizabeth, ainda bem né, porque a personagem mata as pessoas”. E Joel, às gargalhadas complementou: “o Matthew também não tem nada haver com o Phillip, ele é muito mais interessante”.

E essas duas feras compartilharam um pouco seu processo criativo. Joel disse: “se eu ou o Joe temos uma ideia, a gente senta pra conversar, e só desenvolvemos se nós dois concordamos com ela, se um de nós não acha a ideia bacana, a gente descarta, pois depois desses anos todos trabalhando em conjunto, a gente sabe que se um não gosta, é porque a ideia não vai funcionar na série.”

Quem é fã do show sabe o quão espetacular são essas ideias. E se você ainda não é fã, aconselho a fazer uma maratona das 5 primeiras temporadas, para esperar com a gente a última que segundo Joe: “o nosso objetivo é sim responder todas as perguntas que vocês têm hoje na última temporada, e vamos voltar ao ATX ano que vem, para ver o que vocês fãs acharam do desfecho da nossa história. Espero que gostem tanto quanto apoiaram “The Americans” todos esses anos. Aliás, obrigado.”

Sinopse:
Phillip (Matthew Rhys) e Elizabeth Jennings (Keri Russell) são um típico casal norte-americano que vive em um subúrbio de Washington, durante a década de 1980, com os dois filhos, Paige (Holly Taylor) e Henry (Keidrich Sellati). Tudo seria absolutamente comum, se não fosse um detalhe: Eles são, na verdade, dois agentes da KGB, inteligência russa, vivendo nos Estados Unidos sob identidades falsas, em um casamento arranjado, a fim de obterem informações para a Pátria Mãe. Enquanto colocam em risco suas vidas em favor da Guerra Fria, eles precisam proteger suas próprias crenças, criar os filhos e manter as verdadeiras identidades a salvo, ao mesmo tempo em que questionam o que é ou não real no casamento. Fonte: Adoro Cinema

Se os produtores de “The Americans” nos garantiram que vão encerrar a jornada de seus personagens com muitas explicações, o criador e escritores de “The Leftovers”, que acabou recentemente, fizeram exatamente o oposto. Não responderam nenhuma pergunta, mas encerraram a série com muitas metáforas, diálogos poéticos e uma direção cinematográfica.

Tive a honra de aplaudir de pé Damon Lindelof, o criador da série baseada em um livro do mesmo nome e os produtores Tom Perrotta, e Mimi Leder no painel do ATX Festival. A HBO teve coragem de produzir esta série que não é pra todo mundo, como o próprio Damon mencionou: “The Leftovers não é um programa fácil de assistir, mas tentamos caprichar para que a nossa audiência achasse cada episódio fascinante. Durante as três temporadas, nosso público nos encontrou e esperamos ter atendido as expectativas dos nossos fiéis e entusiasmados fãs”, Pela reação da plateia em Austin e das críticas positivas que a última temporada recebeu, os produtores não devem ter dúvidas que atingiram seu objetivo.

Se você, como nós, gosta de programas que te fazem pensar fora da caixinha, indico uma maratona de “The Leftovers”, que mais que uma série, é uma obra de arte que vai dar asas a sua imaginação.

Sinopse:
E se sua vida fosse terminada em um instante? E se sua esposa ou seu filho desaparecesse bem na frente de seus olhos? Será que foi o arrebatamento ou algo mais difícil de explicar? Como você reconstruiria sua vida após eventos tão devastadores? Essas são as questões que confrontam os cidadãos de Mapleton, uma comunidade suburbana que perdeu centenas de pessoas em um repentino arrebatamento. Kevin Garvey (Justin Theroux), o novo chefe de polícia, deseja seguir em frente e levar um sentimento de esperança para seus vizinhos traumatizados, mesmo enquanto sua própria família se desintegra. Fonte: Adoro Cinema

Exageros à parte, eu divido a minha vida antes e depois de “Barrados no Baile”. Aliás, a TV também pois foi graças a Beverly Hills 90210, que passaram a existir séries dedicadas ao público jovem e adolescente. Conhecer Darren Star, o mestre, criador do universo que me inspirou a mudar para LA foi um momento mágico. Darren é também criador da hilária série “Younger” e também foi quem deu vida a outra das minhas séries do coração “Sex&The City”. Poucas pessoas no entretenimento marcaram e influenciaram tanto a minha vida como os personagens de Darren Star. Simpático e falante, ele liderou o super alto astral painel de “Younger” no ATX Festival. A quarta temporada estreia dia 28 de junho e nós mal podemos esperar.

Alguns integrantes do elenco também estavam lá prestigiando o festival, Miriam Shor (Diana Trout) Nico Tortorella (Josh), Peter Hermann (Charles) e Molly Bernard (Lauren Heller).

Todos super simpáticos, divertidos e falantes, especialmente Miriam Shor, que na série interpreta Diana Trout, a ambiciosa e rabugenta poderosa chefe da editora de livros, que na vida real é um barato!

O elenco destacou como eles são unidos e adoram o seriado tanto quanto os fãs e que rodar em Nova York é uma delicia, apesar de caótico ao mesmo tempo, já que a cidade é uma loucura só. Mas concordam que é o cenário perfeito para a série.

“Younger” é uma série deliciosa de assistir, tanto quanto “Barrados”, “Melrose Place” (versão original) e “Sex&The City”, o que demonstra o quão divertido o próprio Darren Star é, e tive ainda mais certeza depois de estar frente a frente com meu mestre e ter a chance de agradecer a ele todas as mudanças positivas que seus seriados trouxeram pra minha vida.

 

 

Obrigada, ATX Festival, por me dar a chance de conhecer os gênios que me inspiram através de suas histórias e personagens fabulosos.

Sinopse:
“Younger” conta a história de Liza (Sutton Foster) uma mãe solteira que de repente se encontra de volta no mercado de trabalho, mas sua idade se tornará um fator de dificuldade. Porém, as coisas mudam quando ela conhece Maggie (Debi Mazar), que acha que ela aparenta ser muito mais jovem do que realmente é. Ela acaba trabalhando como assistente e faz amizade com colegas na casa dos 20 anos, como Kelsey (Hilary Duff). Adoro Cinema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *