“The Marvelous Mrs. Maisel”: PaleyFest 2019 traz divertido painel com elenco da série

Tenho orgulho de dizer que prestigio o PaleyFest antes mesmo do Hollywood é Aqui existir, desde os tempos que o evento era realizado em um pequeno teatro, em Beverly Hills. O festival, que acontece, anualmente, no mês de março, celebra os seriados mais badalados da temporada. Ainda lembro que foi no Paley que vi o elenco de “Glee” pela primeira vez, em 2010.

É mágico acompanhar a popularidade do PaleyFest, que cresceu tanto que mudou para o Dolby Theater, em Hollywood, mesmo teatro onde acontece o Oscar. Quase uma década desde a minha estreia no festival, estive na noite de abertura, na sexta-feira, para um encontro pra lá de especial com o elenco e os produtores da premiada e genial série “The Marvelous Mrs. Maisel”.


 

Dos mesmos criadores de “Gilmore Girls”, “The Marvelous Mrs. Maisel” merece todo o reconhecimento que tem recebido da imprensa, dos fãs e todos os troféus que recebeu até agora.


Se você já é viciado na série ou se ainda não assistiu aqui está porque Mrs. Maisel está no topo da nossa lista de seriados imperdíveis:

https://www.hollywoodeaqui.com/the-marvelous-mrs-meisel-porque-nos-apaixonamos-pela-nova-criacao-dos-palladino/


E, ainda, compartilhamos a nossa visita à Deli que é uma das locações mais icônicas da série:

https://www.hollywoodeaqui.com/the-marvelous-mrs-maisel-visita-a-carnegie-deli-locacao-da-serie-em-ny/

Claro que, se tratando de uma série de comédia, não nos surpreende o painel no Paley ter sido tão divertido. Amy Palladino, a produtora executiva, roteirista, diretora, contou que muitas vezes os scripts são enviados em cima da hora para os atores, que têm todo o mérito de interpretarem tão bem seus personagens. “Não adiantaria nada termos um texto brilhante, se o nosso elenco não fosse talentoso. Esse grupo de pessoas (apontando para os atores sentados ao seu lado), é sensacional. Eles são o show”, exalta Amy.

Ao mesmo tempo, Rachel Brosnahan, que interpreta Mrs. Maisel, afirma que os scripts são tão perfeitos que fica fácil interpretar sua personagem: “a gente não precisa fazer nada, a genialidade está nas palavras que Amy, Dan e os roteiristas colocam no papel”.


A rasgação de seda foi simultânea e pertinente, Amy tem razão em relação aos seus atores, assim como Rachel ao tempo. As referências usadas na série são perfeitas para descrever a realidade da sociedade americana, e do mundo, no final dos anos 50. A estória se passa em Nova York, e a cidade é o perfeito cenário para o lançamento das tendências da época.

Todos os atores afirmaram que têm aprendido muito com o seus personagens, tanto culturalmente, como até lidar com determinadas situações deliciadas, como maternidade, traição, divórcio, e como uma mulher deve se reinventar na meia-idade, ou quando seu casamento acaba, e descobre que pode dar a sua vida um novo rumo e começar uma nova (e até improvável) carreira no entretenimento.

Aliás, uma curiosidade interessante, compartilhada por Amy no painel, é que o personagem Mrs. Maisel foi, na verdade, inspirado em seu pai que era comediante. Aparentemente os dias nos bastidores de Mrs. Maisel são longos, eles têm muitos diálogos e têm que ensaiar as cenas, que às vezes são gravadas em um take só, como no cinema. Leva-se muito tempo para as atrizes se prepararem para entrar em cena, já que o figurino, maquiagem e cabelo de época necessitam de um tratamento especial. Mas o resultado é tão alto astral como as duas horas do painel no PaleyFest, que começou com a energia positiva dessa galera talentosa e criativa.

O melhor é que este foi só o começo. O evento ainda promete nossos encontros com o elenco de “The Walking Dead” e “This is Us” e vamos contar todos os detalhes para vocês em breve. Fiquem ligados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *