Um Papo Sério: “13 Reasons Why”

Por: Luan Menezes

Olha a gente aqui na coluna ‘Só Seriados’ outra vez…

No dia 31 de março, a Netflix trouxe uma das séries mais incríveis e instigantes do momento “13 Reasons Why” e é sobre que ela que vamos falar hoje na coluna, puxe uma cadeira e vamos falar de séries!!!

Gostaria de avisar que, por mais que possa parecer, os assuntos tratados aqui estão inseridos na sinopse da série, logo, não assuste se parecer spoiler rs.

“13 Reasons Why”, ou “Os 13 Porquês’, é produzida pelo Netflix e baseada no romance escrito por Jay Asher. Adaptada por Brian Yorkey e Dian Son, a primeira temporada possui 13 episódios que já estão todos disponíveis na Netflix. Em 8 de fevereiro de 2011, a Universal Studios havia anunciado que tinha desenvolvido um filme com Selena Gomez, no papel principal de Hannah Baker. Em julho de 2016 a Netflix em parceria com a Paramount adquiriram os direitos da série, com Selena Gomez como produtora executiva.

Clay Jensen recebe um pacote enviado anonimamente, dentro uma caixa de sapato contendo 7 fitas cassetes gravadas pela sua ‘amiga’ Hannah Baker que cometeu suicídio recentemente. As fitas contêm instruções para serem repassadas assim que forem ouvidas. As fitas contêm ou na verdade explicam para 13 pessoas como eles foram responsáveis pela sua morte. Hannah deu um segundo conjunto de fitas para um de seus colegas, caso não fossem repassadas a outra pessoa citada, conforme as instruções iniciais que Hannah deixou.

“Oi, é a Hannah. Hannah Baker”.

Assim começa as narrativas de Hannah, uma garota bem misteriosa, que exterioriza uma personalidade forte, uma menina que não se preocupa com a opinião dos outros e decidida (apenas por fora). Quando você decide assistir “13 Reasons Why” você está decidido a começar uma viagem ao cyberbullying e o que o levou Hannah Baker a desistir da sua vida. O suicídio de Hannah possui uma forte especulação por parte de sua mãe Olivia, que não sabe da existência das fitas.

Nos 13 motivos de Hannah estão os acontecimentos ou situações da vida cotidiana do que o cyberbullying e outras “brincadeiras” do dia de diversos adolescentes no mundo real. Hannah coloca em palavras, para pessoas específicas, suas motivações, sua raiva, seus medos. Em alguns momentos, podemos até perceber sua necessidade de continuar viva. Para mim o real sentindo de Hannah é o medo de não conseguir conversar com alguém sobre isso.

Uma das coisas interessantes sobre a série são as redes sociais e como elas são exploradas em todos os episódios, os roteiristas apresentam as redes como fortes aliadas dos que praticaram as “agressões” contra a Hannah. Clay consegue demonstrar muita coisa do que Hannah passou, a falta de comunicação, esconder seus sentimentos ou seja se trancando no seu próprio mundo.

#NãoSejaUmPorque

Assim como na série, os espectadores acabam se envolvendo na trama, na realidade por trás de cada uma daquelas gravações. As fitas são a forma como Hannah encontrou para lidar com o que viria ao final disso tudo. Em menos de dois dias, a série teve uma repercussão enorme, com grandes campanhas incluindo a Hashtag #NãosejaUmPorque, o tema abordado na série deu coragem para muitas pessoas falarem sobre o assunto e de como a depressão e o bullying são capazes de mudar a vida de uma pessoa. O fato de ter a Selena Gomez como responsável pela produção da série é surpreendente “13 Reasons Why”. Ela tem um olhar de alguém que entende e passou por várias coisas nos últimos tempos, o que torna os aspectos da trama e da história mais reais e sinceros.

Quando comecei a escrever sobre “13 Reasons Why”, vi diversas histórias, sucesso em redes sociais e de quantas pessoas se identificaram com a história da Hannah, alguns centros de ajuda e apoio a essas situações tiveram um aumento quase que de 100% de procura. Creio eu que “13 Reasons Why” vai além da ficção e conseguiu tocar milhares de pessoas em apenas uma semana.

O que você está esperando para assistir uma das produções mais promissoras do Netflix? Pense bastante sobre suas ações, seja você uma Hannah ou um cyberbullying qualquer. #NãoSejaumPorque e não procure motivos para acabar com a criação mais linda de todos os tempos!

Um abraço do @lmennezes
XOXO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *