Você Manda: Homenagem ao leitores que indicaram seus livros favoritos em 2018

Na promoção “Você Manda nós perguntamos aos amigos qual foi o seu livro predileto em 2018. O vencedor sorteado, Jurandir Vicari, escolheu “Asiáticos Podres de Ricos”. Ainda não lemos o livro, mas curtimos tanto o filme que vamos compartilhar o trailer aqui com vocês, em homenagem a Jurandir e a participante Jocelina Cesar que escolheu o mesmo livro.

“Meu livro predileto foi “Asiáticos Podres de Ricos” porque me mostrou uma cultura que eu nem imaginava que existia, e olha que achava que o mundo era bem globalizado, mas demonstrou que temos muito a aprender com a Ásia” – Jurandir Vicari

“Li muitos livro importantes, densos e significativos esse ano, mas foi uma série de comédia romântica que me fisgou, não só pela história e personagens em si, mas também, justamente, por me proporcionar esses momentos de leveza tão necessários para recarregar as energias e poder enfrentar o ‘mundo lá fora’ com a alma renovada. Então meu livro de 2018 é ‘Crazy Rich Asians’!” – Jocelina Cesar


Trailer do filme Asiáticos Podres de Ricos

 

Como o hábito da leitura é um dos mais saudáveis da vida da gente, compartilhamos neste post as dicas de todos os participantes da promoção e agradecemos mais uma vez a participação e o carinho de todos vocês ! De bônus, algumas matérias que fizemos ao longo dos anos sobre os livros prediletos de Alline Rodrigues (“Eu Sou Malala”); Leticia Araújo (“Extraordinário”) e sobre o passeio que fizemos nas cidades de Atlanta e Memphis, onde Martin Luther King nasceu e foi assassinado, em homenagem a Anderson Xavier que escolheu a sua autobiografia como seu livro predileto este ano.

“Li vários livros em 2018, mas o que mais me emocionou foi “Eu sou Malala”. A história dessa menina é incrível, e muito abençoada. Sua força, determinação e altruísmo são exemplos de vida. Deixar o medo de lado e gritar aos quatro ventos o quanto é importante que meninas possam frequentar a escola, trouxe a ela não apenas o risco de morrer de um ferimento à bala na cabeça, mas também espaço no mundo para que governantes e líderes pudessem ouvi-la dando voz a tantas meninas e mulheres que estão em situação de necessidade. A violência que ela sofreu poderia afastar uma pessoa comum do seu objetivo, mas não ela, pelo contrário, parece que foi o que lhe deu mais forças para lutar, e isso é impressionante. E tão necessário nesses dias de ódio! Como o mundo precisa de mais Malalas! Em todas as áreas onde as minorias precisam de alguém que fale por elas, onde pessoas sofrem todos os tipos de males, realidades distantes da nossa e por isso mesmo muitas vezes ignoradas. Recomendo muito a leitura, o documentário também que foi lançado esse ano, e o acompanhamento da trajetória da vida dessa paquistanesa que sonha com um mundo mais justo em oportunidades, e mais belo com todo o potencial que a educação pode fazer aflorar em cada um de nós.” – Alline Rodrigues

http://www.hollywoodeaqui.com/a-historia-de-malala-e-a-sua-luta-pelas-mulheres/

‘O livro ‘Extraordinário’.” – Letícia Araújo

http://www.hollywoodeaqui.com/extraordinario-sem-julgar-o-livro-pela-capa/

“O meu livro favorito de 2018 foi “Ainda sou eu” da Jojo Moyes. Adorei saber das novas aventuras da Lou, que é uma graça! Fiquei imaginando se eu teria a coragem dela de deixar minha terra e tentar a vida em um lugar tão diferente, como vocês mesmos do Hollywood é Aqui fizeram. Acho muito corajoso, sempre vejo histórias de sucesso e fico feliz com isso. Os brasileiros vão dominar o mundo!
O livro nos coloca para pensar sobre ética no trabalho, e o que também é importante, até onde é saudável misturar vida pessoal com profissional, saber a hora de deixar o emprego, e o que vale mais a pena, um salário melhor ou paz no coração. A personagem amadureceu bastante sem deixar de ser verdadeira consigo mesma. Gostei muito do livro e indico a leitura de toda a série. E de todos os livros da Jojo que são sempre gostosos de ler.” – Neuza Gomes

“Eu li “A Autobiografia de Martin Luther King” e tive a satisfação de conhecer a história do homem por trás do famoso discurso “Eu tenho um sonho”, que, além de pastor, tinha um doutorado. Seu clamor pela igualdade civil através da não-violência era tão justo e verdadeiro que lhe rendeu um Prêmio Nobel da Paz.
Acho que por mais que saibamos que a vida dos negros sempre foi difícil, ler uma descrição tão precisa de como a segregação racial era aceita por uma parte da sociedade me fez refletir em como isso um dia pode ter sido possível. Lugares reservados em ônibus, em lanchonetes, o desprezo e a força armada com os quais eram tratados é tão absurdo que me faz duvidar de que um dia o mundo possa ser um lugar melhor porque, apesar de essa segregação escrita em lei não existir mais, graças à luta de MLK e outros tantos, infelizmente, muitos no mundo ainda levam em si o preconceito e a distinção de cores. É triste ler sobre essa e outras épocas da sociedade, sobre a ignorância humana, mas acho necessário para que possamos ir para frente, evoluir, sem esquecer os erros do passado, e trabalhando para que eles nunca mais se repitam.” – Anderson Xavier

http://www.hollywoodeaqui.com/martin-luther-king-jr-nos-ainda-sonhamos/

http://www.hollywoodeaqui.com/atlanta-fez-o-hea-se-sentir-em-casa/

“Meu livro favorito de 2018 foi ‘Jantar Secreto” do Rafael Montes. Adorei toda a tensão criada pelo autor e forma como ele conduziu a história com uma narrativa fluída, apesar do tema.” – Lorena Paula

Recomendado para você

Compartilhe

Um comentário sobre “Você Manda: Homenagem ao leitores que indicaram seus livros favoritos em 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *