Que a beleza seja encontrada no que realmente importa. Feliz março!

“A beleza salvará o mundo.” – Fiodor Dostoievski

Meu pai é um paulistano criado no Rio. Papai é uma das pessoas de alma mais carioca que conheço. Outro dia ele me disse “maltratam muito o Rio de Janeiro, o governo, a prefeitura; a cidade está largada, mas ela sobrevive, com sua beleza que ainda nos surpreende e encanta”.

Ele tem razão e, apesar de não morar no Rio há mais de 10 anos, eu sou muito feliz por ter crescido na Cidade Maravilhosa. Especialmente quando o Rio é o lugar para onde volto, em pleno Carnaval, naqueles dias que vida me dá um susto com uma emergência familiar.

No RJ que estão os amigos que conhecem a minha essência, a turma animada que atravessa a cidade pra me fazer uma visita e brindar a vida, nos dias que a vida não está tão bela. A mesma turma que também compartilha as conquistas e os dias felizes. A galera pau pra toda obra está junta quando uma amiga enfrenta um desafio surpreendente, com a mesma energia de quem anda da Glória à Carioca pra curtir o Carnaval tomando cerveja de garrafa.

Se a beleza do Rio e das pessoas que encontro lá salvam a minha vida, mesmo quando a vida maltrata, como maltratam a própria cidade, eu desejo que, nesse mês de março, vocês encontrem na beleza do lugar onde estão agora, das pessoas que conhecem e da sua família, a sua salvação.

Dostoiévski tinha razão, a beleza salvará o mundo, mas também está nos olhos de quem vê, como disse Ramon Campoamor y Campoosorio, o que às vezes não é uma tarefa fácil, mas que eu espero sinceramente que vocês consigam percorrer a trajetória com esse olhar.

Feliz março!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *