Verdade seja Dita: E o Oscar vai para… a Sétima Arte. Sempre!

No episódio de hoje do nosso podcast, Verdade seja Dita, sobre a cerimônia do Oscar, os protagonistas são os vencedores e não a treta.

 

 

Sim, eu menciono o episódio entre Chris Rock e Will Smith, mas celebro a vitória de Troy Kotsur, o PRIMEIRO ator surdo a ganhar a estatueta, celebro Ariana DeBose, a PRIMEIRA preta, latina a ganhar a estatueta. Aponto a importância do filme “CODA”, que representa a comunidade de surdos, ter ganho melhor filme. Além de festejar “Summer of Soul”, o documentário vencedor, que teve seu brilho apagado por uma agressão verbal, seguida de uma agressão física.

Também faço um apelo à Academia, trate a cerimônia do Oscar como um produto e faça um show voltado para seu nicho (cinéfilos e profissionais da área e para os jovens que sonham trabalhar em cinema). A massa, que antes assistia ao Oscar, agora tem outras opções e não vê mais. Se convençam disso.


 

Pra encerrar, distribuam o código de conduta a todos que forem à cerimônia, antes do evento. E avaliem até que ponto, vocês como organização, são responsáveis também pelo ocorrido.

 

vvvvv
vvvvv
Não comentei no podcast, mas gostaria de destacar a merecida vitória da diretora Jane Campion na categoria melhor direção por “The Power of the Dog”, sendo a terceira mulher a levar o prêmio nessa categoria. Katheryn Bigelow ganhou o Oscar em 2010 por “The Hurt Locker” e ano passado, Chloe Zhao ganhou por “Nomadland”.
vvvvv

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *