“Cadê Você, Bernadette”: Com direção de Richard Linklater, longa estreia no Brasil

Por: Mônica Lima

O Hollywood é Aqui é fã declarado de Richard Linklater, diretor de clássicos como a trilogia “Antes do Amanhecer”/”Antes do Pôr-do-Sol”/”Antes da Meia-Noite” e “Boyhood: Da Infância à Juventude”. Então, não poderíamos deixar de conferir, em uma sessão especial, seu novo trabalho, “Cadê Você, Bernadette?”, baseado no best-seller, de mesmo nome, de Maria Semple. O longa estreia hoje nos cinemas brasileiros.

Sinopse: Quem nunca sentiu vontade ligar o modo avião e sumir do mapa? Quando a vida de Bernadette (Cate Blanchett) começou a parecer sem rumo, ela resolveu fugir da sua zona de conforto e desaparecer misteriosamente, deixando tudo para trás. Agora Bee (Emma Nelson), sua filha, precisará juntar todas as pistas para descobrir onde foi parar essa mulher que imaginava conhecer tão bem, mas que se transformou em um verdadeiro ponto de interrogação. Fonte: https://www.imagemfilmes.com.br/filmes/164809/cade-voce-bernadette

O filme, que mistura comédia e drama, é uma obra que inspira a quem assiste a se questionar sobre a sua essência. Bernadette Fox é uma arquiteta conceituada que coloca seu trabalho de lado após um evento em sua carreira, o que a leva a desenvolver uma fobia social; nesse meio tempo, torna-se mãe dedicada de uma adolescente (com quem tem um estreito laço de afetividade) e se isola em uma mansão em Seattle.

A trajetória da personagem e o universo que ela cria para sobreviver em meio à tanta ansiedade e inquietação mostram como grandes danos podem ser causados, também a quem amamos, mas principalmente a nós mesmos quando abrimos mão, por medo ou apatia, daquilo que nos dá vontade de viver. Justamente porque não dá pra lutar contra, ou fugir, da obviedade daquilo que nos move. Não estou falando da profissão da Bernadette, mas como o porquê dela se tornar uma arquiteta bem-sucedida.

O elenco cumpre bem o papel a que se propõe o filme: divertir e emocionar. Emma Nelson faz uma Bee incrível, doce e inteligente. Billy Crudup, o marido que vive mergulhado no trabalho, funciona bem como suporte para Emma Nelson e Cate Blanchett. Ah Cate Blanchett… o que falar desta atriz? Ela é tão poderosa que seu talento sobra na protagonista sarcástica e sensível. Ao longo da sessão, ficamos esperando uma explosão, como a de fogo de artifícios, de sua Bernadette, mas o ápice ficou aquém da construção da atriz, com um final, digamos, previsível. O que não desmerece a missão de “Cadê você Bernadette”, que nos leva a refletir sobre o quão longe temos que ir para lembrarmos de quem somos.

Trailer:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *